Serviços da China têm o menor crescimento em quase um ano

PMI de serviços caiu a 51,5 de 52,2 em março, quarto mês de recuo, sugerindo que o setor cresceu no ritmo mais fraco desde maio de 2016

Pequim - O crescimento do setor de serviços da China desacelerou para o ritmo mais fraco em quase um ano em abril, uma vez que temores de uma expansão econômica mais fraca afetaram a confiança empresarial, mostrou nesta quinta-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) do Caixin/Markit.

O PMI de serviços caiu a 51,5 de 52,2 em março, quarto mês de recuo, sugerindo que o setor cresceu no ritmo mais fraco desde maio de 2016.

O PMI Composto do Caixin Markit, que reúne indústria e serviços, também indicou perda de força do crescimento no mês ao cair para 51,2, nível mais baixo desde junho de 2016, ante 52,1 em março.

Analistas projetam que a economia da China vai lentamente perder força nos próximos meses após um primeiro trimestre forte, quando expandiu 6,9 por cento.

"Um ponto de virada no crescimento parece ter surgido no início do segundo trimestre. Os investidores devem ficar cautelosos sobre os riscos na economia", disse Zhengsheng Zhong, diretor de análise macroeconômica do CEBM Group.

As empresas de serviços permaneceram em geral otimistas de que a atividade vai aumentar ao longo do próximo ano, de acordo com a pesquisa. Mas o grau de sentimento positivo caiu para a mínima de cinco meses e a criação de vagas de trabalho desacelerou para o menor nível até agora no ano.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.