Rio quer criar polo de indústria naval em Duque de Caxias

O polo ocupará uma área de 500 mil metros quadrados à beira do Rio Estrela, afluente da Baía de Guanabara

Rio de Janeiro - Para atender à indústria naval e atrair investimentos de R$ 1,5 bilhão, o governo do Rio de Janeiro anunciou, hoje (24), a criação de um distrito industrial em Duque de Caxias, na baixada fluminense. No local, terrenos públicos serão vendidos abaixo do preço de mercado às indústrias.

O polo ocupará uma área de 500 mil metros quadrados à beira do Rio Estrela, afluente da Baía de Guanabara, e tem como principal vantagem a possibilidade de escoar peças e equipamentos para navios e estaleiros por meio hidroviário, reduzindo custos de logística e montagem.

Para que a criação do complexo industrial dê certo e gere os 5 mil empregos previstos, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico precisa contar com grandes compradores de peças como a Petrobras. Segundo o secretário da pasta, Julio Bueno, a estatal é a principal empresa do setor no país.

"A Petrobras quer uma indústria de navipeças no Brasil e o estado Rio tem uma área nobre disponível para isso", disse em entrevista à imprensa na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).

Por enquanto, o secretário só confirmou "conversações" para instalação no polo com a empresa finlandesa Wartisila, especializada em motores para navios, mas disse que há expectativa de atrair fábricas japonesas, que dividem a produção e a montagem de peças entre São Paulo e Japão.

A previsão de emissão de licenças ambientais para o empreendimento é seis meses. "Aqui no Rio, isso é rápido", acrescentou o secretário.

Como aquecimento do setor naval e offshore, a Firjan anunciou uma estimativa de investimentos de R$ 15,4 bilhões entre 2012 e 2014.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também