Economia

Rebaixamento da Petrobras é falta de conhecimento, diz Dilma

Presidente afirmou não ter dúvidas de que estatal vai se recuperar "sem grandes consequências"


	Dilma Rousseff: "Acho que é uma falta de conhecimento direito do que está acontecendo na Petrobras"
 (Ueslei Marcelino/Reuters)

Dilma Rousseff: "Acho que é uma falta de conhecimento direito do que está acontecendo na Petrobras" (Ueslei Marcelino/Reuters)

DR

Da Redação

Publicado em 25 de fevereiro de 2015 às 12h21.

A presidente Dilma Rousseff disse nesta quarta-feira que o rebaixamento do rating da Petrobras para grau especulativo pela agência de classificação de crédito Moody's representa "falta de conhecimento" e garantiu que a estatal vai se recuperar.

"Acho que é uma falta de conhecimento direito do que está acontecendo na Petrobras", disse Dilma a jornalistas em Feira de Santana (BA), onde participou de evento do Minha Casa Minha Vida.

"Agora, não tenho dúvida que a Petrobras vai ser uma empresa com grande capacidade de se recuperar disso, sem grandes consequências."

"O governo sempre vai tentar evitar o rebaixamento, isso é absolutamente natural. Nós só lamentamos que não tenha tido correspondência por parte da agência, mas acho que isso está superado", acrescentou.

Acompanhe tudo sobre:Capitalização da PetrobrasDilma RousseffEmpresasEmpresas abertasEmpresas brasileirasEmpresas estataisEstatais brasileirasGás e combustíveisIndústria do petróleoMoody'sPersonalidadesPetrobrasPetróleoPolítica no BrasilPolíticosPolíticos brasileirosPT – Partido dos Trabalhadores

Mais de Economia

Qual é a diferença entre bloqueio e contingenciamento de recursos do Orçamento? Entenda

Haddad anuncia corte de R$ 15 bilhões no Orçamento de 2024 para cumprir arcabouço e meta fiscal

Fazenda mantém projeção do PIB de 2024 em 2,5%; expectativa para inflação sobe para 3,9%

Mais na Exame