A página inicial está de cara nova Experimentar close button

PMI de serviços da China tem máxima de 5 meses

Crescimento do setor é sustentado pelo otimismo com as medidas do governo

Pequim - O crescimento do setor de serviços da China atingiu máxima de cinco meses em agosto, sustentado pelo otimismo com as medidas do governo, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês), na mais recente evidência de que o país pode ter evitado uma forte desaceleração.

O PMI de serviços do Markit/HSBC avançou para 52,8 em agosto ante 51,3 em julho, maior nível desde março, mostrou a pesquisa nesta quarta-feira. Os dados foram divulgados após três outras pesquisas PMI nesta semana que indicaram uma retomada na atividade industrial e das empresas de serviços.

"Ainda é muito cedo para dizer que a economia reverteu a tendência de baixa, mas temos visto alguns sinais de recuperação", disse Xianfang Ren, economista sênior do IHS Global Insight.

"Entre junho e agora, a maior mudança foi nas expectativas de política, com a China adotando algumas medidas para impulsionar o crescimento. Isso ajudou a confiança empresarial, elevando portanto as leituras de PMI", completou Ren.

A atenção se volta agora a série de dados de agosto a serem divulgados no fim de semana, como balança comercial, produção industrial, inflação e investimentos.

As empresas consultados para o PMI afirmaram que a demanda mais forte e promoções elevaram as novas encomendas para 53,2 em agosto, no ritmo mais rápido de crescimento de março, disse o HSBC.

As empresas também expressaram um elevado nível de otimismo em relação à produção futura, com o subíndice de expectativas de negócios melhorando para uma máxima de cinco meses.

Por outro lado, o emprego no setor de serviços contraiu pela primeira vez desde abril, uma vez que as empresas tiveram suas margens de lucro reduzidas.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também