A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA têm queda na semana

Números indicam condições cada vez melhores do mercado de trabalho, apesar de dois meses consecutivos de números fracos de contratação

Washington - O número de norte-americanos que entraram com novos pedidos de auxílio-desemprego caiu na semana passada, indicando condições cada vez melhores do mercado de trabalho, apesar de dois meses consecutivos de números fracos de contratação.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego caíram em 3.000 para 336 mil, segundo dados ajustados sazonalmente, informou nesta quinta-feira o Departamento de Trabalho. Os pedidos da semana anterior não foram revisados.

Economistas em uma pesquisa da Reuters projetavam que os pedidos iniciais cairiam para 335 mil na semana encerrada no dia 15 de fevereiro.

A média móvel de quatro semanas, considerada um indicador melhor das condições do mercado de trabalho por eliminar a volatilidade de uma semana para outra, cresceu em 1.750 para 338.500.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também