A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Para Febraban, ata do Copom revela próxima ação do BC

Segundo informativo, desvalorização do real ainda não tem contaminado previsões de inflação no varejo nem a expectativa para política monetária

São Paulo - O Informativo Semanal de Economia Bancária (Iseb) da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) tem como destaque nesta semana a expectativa em relação à ata do Copom, a ser divulgada na quinta-feira, 17. De acordo com o informativo, só será possível identificar tendências sobre os próximos passos da autoridade monetária com o conhecimento da mensagem do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC).

Segundo o informativo, a desvalorização do real nos preços das commodities ainda não tem contaminado as previsões de inflação no varejo nem a expectativa para a política monetária. O Iseb destaca ainda que a recente valorização do real deve ajudar a consolidar este cenário.

O texto ressalta que a decisão do Copom de elevar a Selic em de 0,5 ponto porcentual, para 9,5% anuais ratificou o consenso do mercado. No entanto, destaca que a repetição do comunicado após a decisão "ampliou as incertezas sobre o tamanho do próximo movimento e se esse seria o último ajuste do ciclo atual de elevação da Selic".

Situação dos EUA

A discussão sobre o impasse no Congresso norte-americano, que trata da elevação do teto da dívida e da possibilidade do Tesouro dos Estados Unidos não ter como honrar seus compromissos financeiros, também ganhou destaque no documento. Conforme o Iseb, a hipótese de não se chegar a um acordo seria "catastrófica". "Os analistas praticamente são unânimes em seus prognósticos, de que, até o final do prazo, algum acordo será alcançado", pondera o documento.

O informativo frisa ainda que, na visão do mercado, a retomada da economia norte-americana é fundamental para a recuperação da atividade global. "O ideal, portanto, seria que a solução não fosse provisória, mas que de algum modo removesse esta incerteza do cenário global", diz o texto.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também