Número de empregos formais criados em agosto diminui

Foram criadas 190.446 vagas no último mês, abaixo do registrado no mesmo período de 2010, quando foram criadas 299.415

Brasília - O Brasil registrou a criação de 190.446 empregos formais em agosto deste ano, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado hoje (14) pelo Ministério do Trabalho e Emprego. O número ficou abaixo do registrado no mesmo período de 2010, quando foram criados 299.415. Em julho, o país registrou a criação de cerca de 141 mil empregos formais.

Em agosto deste ano, 1,63 milhão de pessoas foram demitidas e o total de admitidos chegou a 1,83 milhão.

No acumulado do ano, 1,82 milhão de empregos formais foram criados, enquanto no mesmo período de 2010 foram gerados 1,95 milhão.

Inicialmente, a meta do ministério para este ano era a geração de 3 milhões de postos com carteira assinada. Segundo o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, o resultado, no entanto, deverá ficar abaixo desse número.

“Como não temos a dimensão de quanto vão ficar os empregos do setor público, não temos como reavaliar a meta. Acho que chegará a pouco menos de 3 milhões, mas só vou poder ter uma ideia melhor no próximo mês”, disse ele, em entrevista coletiva para a divulgação dos dados do Caged.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.