Levy comentará elevação da Selic depois da publicação da ata

Levy acrescentou que, depois da publicação da ata, terá mais elementos para fazer análise mais completa sobre a decisão do Copom

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, disse hoje (30) que vai “aguardar a [publicação da] ata” do Comitê de Política Monetária (Copom), antes de comentar o reajuste dos juros básicos da economia.

Levy falou com jornalistas momentos antes de se reunir, no Ministério da Fazenda, com os governadores do Rio, Luiz Fernando Pezão, e de Minas Gerais, Fernando Pimentel.

Levy acrescentou que, depois da publicação da ata, terá mais elementos para fazer análise mais completa sobre a decisão do Copom. Em decisão adotada ontem (29), o Copom reajustou a taxa Selic em 0,5 ponto percentual, para 14,25% ao ano. 

A decisão do Copom foi adotada por unanimidade. Na reunião anterior, no início de junho, a taxa também tinha sido reajustada em 0,5 ponto. Com o reajuste, a Selic retorna ao nível de outubro de 2006, quando também estava em 14,25% ao ano.

A taxa é o principal instrumento do BC para manter sob controle a inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também