Inflação da construção é de 0,19% em março, diz FGV

A principal alta de preços foi observada nos revestimentos, louças e pisos (1,38%)

O Índice Nacional de Custo da Construção – Mercado (INCC-M) de março repetiu a variação de 0,19% registrada em fevereiro, conforme informou nesta terça-feira, 26, a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

A taxa do indicador relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços acelerou o ritmo de alta a 0,41% no terceiro mês do ano, depois de 0,36% em fevereiro. Após subir 0,05% no segundo mês deste ano, o índice referente à Mão de Obra não registrou variação zero.

No grupo Materiais, Equipamentos e Serviços, a taxa do segmento de Materiais e Equipamentos atingiu 0,38%, depois de 0,23% em fevereiro.

Dos quatro subgrupos componentes, dois apresentaram aceleração, com destaque para materiais para estrutura, que passou de queda de 0,04% para elevação de 0,47%.

Já o segmento de Serviços saiu de 0,86% antes para 0,52% este mês. Nesta categoria, a FGV destaca o recuo do subitem taxas de serviços e licenciamentos, que passou de 2,37% para 0,14%.

O INCC-M apresentou desaceleração em cinco capitais: Salvador, Brasília, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Porto Alegre. Já no Recife e em São Paulo houve acréscimo nas taxas.

O INCC-M é calculado pela FGV com base nos preços coletados entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.