A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Governo espanhol eleva déficit de 2011 a 8,9%

O governo espanhol revisou em 0,4% os décimos, aumentando o déficit para 8,9% do PIB

Madri - O Governo da Espanha revisou em quatro décimos para cima o déficit público de 2011, de 8,5% para 8,9% do PIB, apesar de manter a previsão de reduzi-lo neste ano para 5,3% do PIB, informou nesta sexta-feira o Ministério da Fazenda e Administrações.

Segundo a nota, a revisão se deve, fundamentalmente, ao aumento do déficit da comunidade autônoma de Madri e a de Valência, e em menor medida aos também registrados em Andaluzia e Castela e Leão, que registraram em 2011 desequilíbrios superiores aos inicialmente anunciados.

O Governo espanhol comunicou o caso à Eurostat, o Escritório Estatístico da União Europeia, destacando que foi identificado de uma maneira mais correta o déficit das autonomias graças ao plano de pagamento a provedores, "o que representou uma autêntica circularização de dívidas pendentes".

Segundo a explicação enviada à UE, trata-se de despesas registradas e pendentes de pagamento que não estavam incluídas na comunicação provisória de fechamento de 2011 feita em março, data de vencimento do prazo de aviso do avanço provisório das contas do setor público. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também