A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Relação gasolina-etanol atinge 64,51% em agosto, diz Fipe

O resultado do mês é o menor desde outubro de 2010, quando foi de 63,31%

São Paulo - A relação entre o preço da gasolina e do etanol voltou a rondar o piso histórico no fim de agosto na cidade de São Paulo. A taxa, de acordo com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), atingiu a marca de 64,51% em agosto, depois de ficar em 65,08% em julho.

O resultado do mês é o menor desde outubro de 2010, quando foi de 63,31%.

Abastecer o carro com o combustível derivado da cana-de-açúcar também ficou mais vantajoso na última semana de agosto. A relação entre o etanol e a gasolina foi de 63,30%, ante 64,19% na terceira semana do mês.

O número da quarta semana de agosto também atingiu o patamar mais baixo desde os primeiros sete dias de junho de 2011 (63,29%).

De acordo com o economista da Fipe Rafael Costa Lima, o movimento deve estar relacionado à queda nos preços do açúcar no exterior. No Índice de Preços ao Consumidor (IPC-S) de agosto, que ficou em 0,22%, o produto também teve retração (de -5,29%).

"Provavelmente, a relação no preço da gasolina e do etanol reflete a variação do açúcar lá fora. Se tiver reajuste da gasolina, abastecer o carro com etanol poderá ficar ainda mais favorável", disse. O declínio nos preços do açúcar no mercado internacional tende a aumentar a produção e a oferta do álcool combustível no Brasil.

Além do etanol, o preço da gasolina também caiu em agosto (-0,29%) e ajudou a manter o grupo Transportes no terreno negativo (-0,11%), ainda que o efeito da revogação do reajuste nas tarifas de transporte urbano em São Paulo tenha chegado ao fim. "Isso (combustíveis) é que está segurando o grupo", afirmou.

Segundo especialistas, o uso do etanol deixa de ser vantajoso em relação à gasolina quando o preço do derivado da cana-de-açúcar representa mais de 70% do valor do segundo. A vantagem é calculada considerando que o poder calorífico do motor a etanol é de 70% do dos a gasolina. Entre 70% e 70,5%, é considerado indiferente o uso de gasolina ou etanol no tanque.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também