A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Construção civil deve acompanhar PIB entre 2013 e 2014

Repetição de níveis vistos na última década dependerá da elevação da produtividade do setor

São Paulo - A indústria da construção civil no Brasil deve crescer em linha com o desempenho do Produto Interno Bruto neste ano e no próximo, afirmou o presidente do sindicato do setor no Estado de São Paulo, nesta terça-feira, acrescentando que a repetição de níveis vistos na última década dependerá da elevação da produtividade do setor.

Segundo o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil de São Paulo (Sinduscon-SP), Sergio Watanabe, o setor deverá encerrar 2013 com crescimento de 2 por cento ante igual período do ano passado. Para o ano que vem, a expectativa é de um crescimento em torno de 3 por cento, "em linha com o PIB".

Watanabe acrescentou que a elevação da produtividade é o maior desafio do setor, devendo nortear o próximo ciclo de crescimento da indústria da construção civil.

"Já vivemos situação de pleno emprego. Para crescermos a níveis vistos na década passada, será preciso aumentar a produtividade." Em palestra na Câmara Americana do Comércio (Amcham), ele também afirmou que o país depende da "conquista da confiança do investidor estrangeiro e nacional para ter crescimento mais significativo".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também