CNA quer investimentos chineses no agronegócio brasileiro

Segundo a CNA, que organiza o seminário Encontro CNA Brasil-China, o país oriental vai destinar US$ 30 bilhões para serem investidos na América Latina nos próximos anos

Brasília - Um grupo de autoridades e empresários chineses está reunido hoje (27) com especialistas e empresários do agronegócio brasileiro com o objetivo de conhecer as opções de investimento no setor. Segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), que organiza o seminário Encontro CNA Brasil-China, o país oriental vai destinar US$ 30 bilhões para serem investidos na América Latina nos próximos anos.

De acordo com a presidente da CNA, senadora Kátia Abreu (PSD-TO), entre os setores que serão apresentados à missão chinesa estão a ovinocultura, a piscicultura, a aquicultura, a agricultura irrigada e a silvicultura. Ao chegar para a abertura do encontro, a senadora destacou que a CNA abriu, neste mês, escritório de representação em Pequim, capital da China, a fim de promover os produtos agropecuários nacionais.

Em maio de 2013, o grupo de empresários e autoridades deve voltar ao Brasil para fechar contratos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.