China diz que vai continuar reforma do mercado financeiro

Pequim também vai buscar mais aperfeiçoamentos no setor de seguros do país, reportou a emissora estatal

Pequim - A China tem evitado riscos sistêmicos em seus mercados financeiros e continuará a avançar com a reforma do mercado, disse o primeiro-ministro do país, Li Keqiang, nesta quinta-feira segundo a televisão estatal.

Durante uma visita a uma filial do banco central da China, Li disse que o país vai abrir mais seus mercados de capital tanto para investidores domésticos como para os estrangeiros, de acordo com a China Central Television.

Li também disse que a China vai intensificar seus esforços para impedir fluxos internacionais de capital ilegais.

Pequim também vai buscar mais aperfeiçoamentos no setor de seguros do país, reportou a emissora estatal.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.