Campos Neto prevê queda do PIB de 5% ou mais em 2020

Para o presidente do BC, pelo fator medo, as pessoas não voltarão imediatamente a seus hábitos mesmo com a abertura da economia
Campos Neto (Reuters/Amanda Perobelli)
Campos Neto (Reuters/Amanda Perobelli)
Por Da redação, com ReutersPublicado em 29/05/2020 15:36 | Última atualização em 29/05/2020 15:57Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, previu nesta sexta-feira, 29, uma queda do Produto Interno Bruto (PIB) de 5% ou mais neste ano, ligeiramente acima da projeção oficial do governo de retração de 4,7%.

Ao participar de evento virtual organizado pelo Valor Capital Group, ele também ponderou que, pelo fator medo, as pessoas não voltarão imediatamente a seus hábitos mesmo com a abertura da economia.

Na visão do presidente do BC, o fator medo irá permear o comportamento das pessoas até metade do ano que vem.

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro caiu 1,5% no primeiro trimestre de 2020 em relação ao trimestre anterior, já afetado pela pandemia do novo coronavírus e o distanciamento social, informou o IBGE nesta sexta-feira, 29.

O fraco desempenho dos indicadores em março, quando a doença se agravou no país, foi suficiente para comprometer o resultado do primeiro trimestre como um todo. A expectativa, no entanto, é que a maior parte dos efeitos apareça no segundo trimestre, atualmente em curso.

A queda interrompe uma sequência de quatro trimestres seguidos de crescimento e marca o menor resultado desde o segundo trimestre de 2015 (-2,1%). Com isso, o PIB está em patamar semelhante ao que se encontrava no segundo trimestre de 2012.