Banco Central da Nova Zelândia é alvo de ataque hacker

A brecha de segurança teria atingido um serviço externo de compartilhamento de arquivos utilizado pelo Reserve Bank

O Banco Central da Nova Zelândia informou neste domingo (10) que um de seus sistemas foi acessado ilegalmente por hackers. De acordo com a autoridade monetária, o ataque ainda está sendo investigado, e o sistema comprometido foi desconectado da rede até que a investigação seja concluída.

A brecha de segurança teria atingido um serviço externo de compartilhamento de arquivos utilizado pelo Reserve Bank. Através deste serviço, o banco compartilha e armazena "algumas informações sensíveis". De acordo com o comunicado, ainda não foram determinadas a natureza e a quantidade de arquivos acessados de forma ilegal.

"Estamos trabalhando de perto com especialistas em cibersegurança nacionais e internacionais e outras autoridades relevantes como parte de nossa investigação e resposta a este ataque malicioso", afirmou em comunicado Adrian Orr, chefe do Reserve Bank.

Segundo ele, os arquivos comprometidos "podem incluir" informações comercialmente e pessoalmente sensíveis. Ainda de acordo com o texto, as principais funções dos sistemas do banco central neozelandês continuam em funcionamento.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.