Asmussen, do BCE: é inaceitável duvidar do futuro do euro

Para autoridade do banco, a Europa deve criar uma união de mercado financeiro para lidar com os riscos à estabilidade

Frankfurt - Os mercados financeiros estão precificando uma ruptura da zona do euro, o que é inaceitável, afirmou nesta terça-feira a autoridade do Banco Central Europeu (BCE) Joerg Asmussen, acrescentando que a Europa deve criar uma união de mercado financeiro para lidar com os riscos à estabilidade do mercado.

"O prêmio de risco dos títulos soberanos agora refletem não apenas o risco de insolvência de alguns países, mas até mesmo um risco de taxa de câmbio, o que não deve teoricamente existir em uma união monetária", disse Asmussen em texto de discurso a ser feito em conferência bancária em Frankfurt.

"Os mercados estão precificando uma ruptura na zona do euro. Para um bloco monetário, tais dúvidas sistêmicas não são aceitáveis", acrescentou ele, pedindo por uma união de mercado financeiro para lidar com os riscos à estabilidade do mercado financeiro.

Asmussen fez os comentários antes da decisiva reunião de política do BCE na quinta-feira, depois da qual espera-se que o presidente da autoridade monetária, Mario Draghi, apresente um novo programa de compra de títulos para combater a crise da dívida da região.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também