Tecido de colchão consegue matar a covid-19 em um minuto; veja fotos

A tecnologia utilizada pela empresa foi a VBacBlock, que tem como base íons de prata e pode ajudar hóteis em tempos difíceis

É claro que o colchão não é a cura para o novo coronavírus, mas a empresa Conexão Malhas desenvolveu um tecido que pode ser “o mais novo aliado na guerra contra a covid-19”. Segundo a companhia, o tecido é capaz de inativar 99,99% do vírus em apenas um minuto. Todos os testes para a descoberta foram feitos em laboratórios da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Quer entender a evolução da pandemia e o cenário de reabertura no país? Acesse a EXAME Research

A tecnologia utilizada pela empresa foi a VBacBlock, que tem como base íons de prata — conhecidos pelo combate a vírus e bactérias.

“Os resultados foram muito bons e isso representa a possibilidade de uma prevenção a mais em lugares com grande circulação de pessoas. Como muitas pessoas não sabem que têm o vírus, esse tecido pode controlar o contágio”, afirmou Clarisse Weis Arns, pesquisadora da Unicamp em comunicado enviado à EXAME.

A novidade pode ajudar hóteis nesses tempos difíceis. Ao usar a tecnologia do tecido anti-coronavírus, os estabalecimentos adicionam mais uma proteção para os hóspedes.

Veja fotos:

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.