• AALR3 R$ 20,07 -0.64
  • AAPL34 R$ 68,92 3.20
  • ABCB4 R$ 16,74 0.30
  • ABEV3 R$ 14,10 0.57
  • AERI3 R$ 3,85 5.77
  • AESB3 R$ 10,95 2.34
  • AGRO3 R$ 30,96 0.72
  • ALPA4 R$ 20,80 1.66
  • ALSO3 R$ 19,47 2.42
  • ALUP11 R$ 27,24 1.64
  • AMAR3 R$ 2,48 2.90
  • AMBP3 R$ 31,15 3.66
  • AMER3 R$ 24,11 2.73
  • AMZO34 R$ 66,30 -0.51
  • ANIM3 R$ 5,55 1.83
  • ARZZ3 R$ 79,40 -2.41
  • ASAI3 R$ 16,00 0.25
  • AZUL4 R$ 21,94 3.98
  • B3SA3 R$ 12,15 0.91
  • BBAS3 R$ 38,56 4.22
  • AALR3 R$ 20,07 -0.64
  • AAPL34 R$ 68,92 3.20
  • ABCB4 R$ 16,74 0.30
  • ABEV3 R$ 14,10 0.57
  • AERI3 R$ 3,85 5.77
  • AESB3 R$ 10,95 2.34
  • AGRO3 R$ 30,96 0.72
  • ALPA4 R$ 20,80 1.66
  • ALSO3 R$ 19,47 2.42
  • ALUP11 R$ 27,24 1.64
  • AMAR3 R$ 2,48 2.90
  • AMBP3 R$ 31,15 3.66
  • AMER3 R$ 24,11 2.73
  • AMZO34 R$ 66,30 -0.51
  • ANIM3 R$ 5,55 1.83
  • ARZZ3 R$ 79,40 -2.41
  • ASAI3 R$ 16,00 0.25
  • AZUL4 R$ 21,94 3.98
  • B3SA3 R$ 12,15 0.91
  • BBAS3 R$ 38,56 4.22
Abra sua conta no BTG

Doença desconhecida atinge 40 pessoas no Canadá

Pesquisadores ainda não sabem se a doença é variante de uma condição neurológica conhecida ou se é uma doença nova
Cérebro: nova doença detectada no Canadá é neurológica (Getty Images/Getty Images)
Cérebro: nova doença detectada no Canadá é neurológica (Getty Images/Getty Images)
Por Lucas AgrelaPublicado em 03/04/2021 14:54 | Última atualização em 03/04/2021 14:56Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O Canadá reportou mais de 40 casos de pessoas com uma doença cerebral desconhecida em New Brunswick. As pessoas apresentaram sintomas como mudanças de comportamento, alucionações e dores no corpo. Em uma coletiva de imprensa a Dra. Jennifer Russell, diretora médica de saúde da província, afirmou que a condição é "muito provavelmente uma nova doença".

Dos 43 casos preliminarmente identificados, 35 foram confirmados, enquanto os outros ainda estão em análise. Russell disse, também, que a doença é parecida com a Creutzfeldt-Jakob, uma condição neurológica fatal já conhecida, causada por particulas de proteínas.

Pesquisadores ainda não sabem se a nova doença é uma variante da Creutzfeldt-Jakob ou se é uma doença neurológica totalmente nova.

Os casos registrados foram em dois pontos: na Península Acadiana e na região de Moncton. Os casos foram identificados em diferentes faixas etárias.

“Ainda não conseguimos encontrar um agente causal, exceto que tudo o que analisamos até agora sugere que se trata de uma exposição ambiental de algum tipo que é adquirida por meio de alimentos, água, ar, atividades profissionais ou de lazer", segundo Alier Marrero, neurologista do Dumont University Hospital Center em Moncton, que está investigando o caso, em entrevista ao site Medscape Medical News. A ligação entre a doença e toxinas ambientais também é investigada, de acordo com a CBC .

Os pesquisadores analisam a possibilidade de o primeiro caso da doença ter sido registrado ainda em 2015 e se outros 11 casos de 2019 também têm relação com a doença detectada no Canadá.