Teatros da Broadway ficarão fechados até 2021 devido ao coronavírus

Locais pretendiam voltar em setembro, mas as exigências de distanciamento social para plateias, atores e equipes de produção tornaram impossível a retomada

Os teatros da Broadway ficarão fechados até o dia 3 de janeiro de 2021, disse nesta segunda-feira o Broadway League, grupo que representa a indústria, prorrogando por mais quatro meses o isolamento provocado pelo coronavírus.

Os teatros da cidade de Nova York, que baixaram as portas em meados de março, haviam estabelecido o dia 6 de setembro como data em potencial para a reabertura, mas as exigências de distanciamento social para plateias, atores e equipes de produção tornaram impossível a retomada de peças e musicais.

Trinta e um espetáculos da Broadway estavam em produção quando o isolamento começou. Aqueles que voltarem devem fazê-lo ao longo de uma série de datas móveis no começo de 2021, informou a Broadway League em um comunicado. A organização está desenvolvendo salvaguardas para ajudar a evitar a disseminação do coronavírus entre espectadores, artistas e equipes.

Os produtores de alguns shows, incluindo a versão teatral do musical da Disney “Frozen”, disseram que não retornarão.

Outros estão olhando ainda mais longe e mirando a primavera local de 2021. A estreia de “The Music Man”, estrelada por Hugh Jackman, foi transferida de outubro de 2020 para maio de 2021.

Os ensaios de “Music Man” deveriam ter começado em 29 de junho, mas por causa da proibição da cidade de Nova York a aglomerações foram reagendados para o início de fevereiro.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.