Quenianos se dizem surpresos após vencer São Silvestre

Os quenianos Edwin Kipsang e Maurine Kipchumba afirmaram que consideram a prova difícil, mas só passaram a acreditar que poderiam vencer já no meio do percurso

São Paulo - Os ganhadores da 88ª edição da São Silvestre se disseram surpresos com a vitória na corrida, disputada nesta segunda-feira em São Paulo. Os quenianos Edwin Kipsang e Maurine Kipchumba afirmaram que consideram a prova difícil, mas só passaram a acreditar que poderiam vencer já no meio do percurso.

"Quando senti que estava me sentindo bem, aumentei o ritmo para chegar à vitória", disse Maurine, que contou ter no clima moderado um aliado para vencer. A prova foi realizada pela primeira vez pela manhã e foi disputada sob temperatura mais amena e sem sol.

"O percurso era difícil, com muitas subidas, mas tentei me manter forte, porque não esperava vencer", afirmou Kipsang, que no fim chegou a apenas dez segundos na frente do compatriota Joseph Aperumoi, segundo colocado.

Tanto no masculino quanto no feminino os vencedores assumiram a liderança da prova por volta do quilômetro dez e não largaram mais. Os brasileiros foram coadjuvantes nesta edição da São Silvestre. Giovani dos Santos foi o quarto entre os homens e entre as mulheres, Tatiele Carvalho ficou na sexta posição.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.