Lewis Hamilton será sócio do time de futebol americano Denver Broncos

Piloto de Fórmula 1 está em grupo de investidores que tem ex-secretária de Estado dos EUA e dono do Walmart
Grupo de investidores arrematou a equipe da NFL por cerca de US$ 4,65 bilhões (Mercedes/Divulgação)
Grupo de investidores arrematou a equipe da NFL por cerca de US$ 4,65 bilhões (Mercedes/Divulgação)
E
Estadão Conteúdo

Publicado em 02/08/2022 às 15:07.

Última atualização em 02/08/2022 às 15:33.

O Denver Broncos, time da NFL, terá ilustres donos na participação societária. O grupo Walton-Penner, presidido pelo herdeiro da rede de supermercados Walmart, Rob Walton, anunciou nesta terça-feira, 2, que a etapa final da compra do time do estado americano do Colorado terá outros investidores de alto calibre na sua equipe. O mais recente anunciado é o piloto britânico Lewis Hamilton, heptacampeão mundial de Fórmula 1.

VEJA TAMBÉM

O britânico se junta a um grupo de investidores de peso que serão donos da equipe de Denver, entre eles, a ex-secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, que teve o cargo entre 2005 e 2009. "Estamos muito satisfeitos em receber o sete vezes campeão mundial de Fórmula 1 Sir Lewis Hamilton em nosso grupo de proprietários'', disse Rob Walton em um comunicado. "Ele é um competidor campeão que sabe o que é preciso para liderar uma equipe vencedora.", completou.

Em seu Twitter, Lewis Hamilton comemorou o acordo, vestindo o seu famoso cachorro Roscoe com as cores da equipe três vezes vencedora do Super Bowl: "Animado para se juntar a um grupo incrível de proprietários e fazer parte da história dos Broncos! Honrado por trabalhar com uma equipe de classe mundial e servir como exemplo do valor de uma liderança mais diversificada em todos os esportes. Roscoe já pensa que faz parte do time!", completou.

O preço de venda é um recorde para uma franquia esportiva americana. O grupo Walton-Penner foi, de acordo com fontes consultadas pela ESPN americana, um dos quatro grupos que avançaram para a segunda rodada de licitação para a equipe no início de junho. O comitê financeiro da liga recomendou por unanimidade na semana passada que a venda fosse aprovada.

O grupo arrematou o Denver Broncos por cerca de US$ 4,65 bilhões. E a equipe quer, com os novos donos, encerrar uma seca de cinco anos sem jogar uma partida de playoffs, fato que não acontece desde o título da temporada 2015 da NFL.

O acordo de venda com o grupo Walton-Penner significa que Walton e seu primo Stan Kroenke, que também é dono do Arsenal, são donos das equipes mais importantes do estado do Colorado, sendo mandatários para além do Denver Broncos, das equipes Colorado Avalanche (NHL), Denver Nuggets (NBA) e Colorado Rapids (MLS). Apenas o Colorado Rockies, da MLB, não faz parte da família, segundo informações da ESPN.

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade.