Casual

Kopenhagen quer faturar R$ 10 milhões em live com famosos

Mesmo com a pandemia, a marca prevê faturamento 10% maior no Natal deste ano, ainda apoiado nas lojas físicas

Panetone Kopenhagen: marca prevê 45 novas lojas e crescimento de 60% das vendas, comparado ao mesmo período do ano anterior, durante os 4 dias da ação (Kopenhagen/Divulgação)

Panetone Kopenhagen: marca prevê 45 novas lojas e crescimento de 60% das vendas, comparado ao mesmo período do ano anterior, durante os 4 dias da ação (Kopenhagen/Divulgação)

MD

Matheus Doliveira

Publicado em 4 de dezembro de 2020 às 15h28.

Última atualização em 4 de dezembro de 2020 às 19h34.

A marca de chocolates finos Kopenhagen, do grupo CRM, que também é dono da Brasil Cacau e de parte da operação da Lindt do Brasil, irá promover no próximo final de semana uma megalive com famosos que pretende alcançar até 300.000 espectadores e gerar retorno de 10 milhões de reais em quatro dias de ação.

A campanha 100% online acontecerá a partir do sábado, 5, e irá até a próxima terça-feira. Para a comemoração, a marca duplicou o investimento realizado em 2019 e tem a expectativa de crescer, nos quatro dias de ação, aproximadamente 60% das vendas comparado ao mesmo período do ano anterior.

Mesmo com a pandemia, a marca prevê faturamento 10% maior neste Natal comparado à mesma data em 2019. “Mesmo diante da pandemia estamos conseguimos manter um ano positivo. Conseguimos abrir mais 45 lojas. A meta para o ano que vem é fazer mais 100 inaugurações”, disse Renata Vichi, presidente e herdeira do grupo CRM, à Casual. 

Com a megalive, a marca espera que 5% das vendas sejam feitas através do e-commerce e que o site atinja 1 milhão de acessos. A maior parte das vendas continua sendo nas franquias. “Para além dos chocolates e panettones, a Kopenhagen vem inovando o portfólio de produtos para ser uma marca presenteável. Nós queremos e estamos conseguindo ganhar mercado de outros segmentos, como marcas de moda, perfumaria etc.”, disse Vichi. 

A live será apresentada pelos atores Flávia Alessandra e Otaviano Costa e contará com um pocket show de Preta Gil e Francisco Gil, além da participação de famosos como Deborah Secco, Vera Viel, Rafa Brites, Bruno De Luca e Bruno Gissoni. Haverá ainda uma projeção de luzes com apresentação de balé suspenso na ponte estaiada, em São Paulo.

O panettone Kopenhagen: lançamento da marca que vem uma caixa iluminada (Kopenhagen/Reprodução)

Durante os quatro dias de campanha, a Kopenhagen dará descontos de até 15% em seus produtos. Um panettone de 870 gramas com gotas de chocolate ao leite e caramelo sai de 99,90 por 84,90 reais. Já uma lata de 200 gramas com minitorradas de pannetone cobertas de chocolate sairá de 59,90 por 50 reais.

A grande novidade da marca para este Natal é o panettone exagero, feito com o tradicional chocolate língua de gato e que vem em uma embalagem de 1,2 quilo com luzes de natal, ideal para presentear. "queremos que as pessoas pensem na Kopenhagen como uma alternativa de presente", disse Vichi.

Acompanhe tudo sobre:Brasil CacauChocolateKopenhagenMarcasNatalVendas

Mais de Casual

Chablis: por que os vinhos dessa região da França caíram no gosto do brasileiro?

"A Era das revoluções", de Fareed Zakaria, explica raízes do mundo contemporâneo; leia trecho

Do campo à xícara: saiba o caminho que o café percorre até chegar a sua mesa

Com sustentabilidade e legado, sempre teremos Paris

Mais na Exame