Fórmula 1 lança campanha para combater comportamento abusivo contra fãs

Iniciativa chamada "Drive It Out" ocorre após incidentes registrados no GP da Áustria, em que mulheres e o público LGBTQIA+ sofreram assédio
F1: A mensagem deste final de semana reuniu os 20 pilotos do grid a Fórmula 1 (Ricardo Moraes/Reuters)
F1: A mensagem deste final de semana reuniu os 20 pilotos do grid a Fórmula 1 (Ricardo Moraes/Reuters)
A
Agência O GloboPublicado em 30/07/2022 às 13:40.

A Fórmula 1 lançou neste sábado uma campanha chamada "Drive It Out", contra o comportamento abusivo na categoria – não apenas entre torcedores nos autódromos, mas também em ambientes virtuais. A iniciativa ocorre após relatos de assédios no Grande Prêmio da Áustria, entre 8 e 10 de julho. As mulheres foram os principais alvos, mas o público LGBTQIA+ também foi visado na ocasião.

A mensagem deste final de semana reuniu os 20 pilotos do grid a Fórmula 1, além do diretor-executivo da categoria, Stefano Domenicali, e do presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), Mohammed Ben Sulayem.

“A Fórmula 1 é feita de competição e rivalidade, mas também de respeito. Respeito como competidores. Respeito por nossos fãs. Respeito por toda a família da F1”, diz o comunicado divulgado nos canais de comunicação da categoria. “O assédio de qualquer tipo não é bem-vindo online, ou em qualquer lugar da F1. Temos a tarefa de chegar e dizer: ‘chega’.”

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade.

Na pista, Nicholas Latifi foi o mais rápido da terceira sessão de treinos livres do Grande Prêmio da Hungria. Nos segundos finais do TL3, o piloto da Williams bateu Charles Leclerc ao completar o circuito em 1min41s480 e ficou com a primeira posição.

Charles Leclerc fez a volta mais rápida logo no início e estava liderando a última sessão de treinos livres até os segundos finais, quando conseguiu melhorar ainda mais o seu tempo. Apesar disso, Nicholas Latifi surpreendeu o monegasco.

O GP da Hungria é a 13ª etapa da F1 em 2022. É a última corrida antes da tradicional pausa de verão. A segunda parte da temporada retorna em 28 de agosto, com o GP da Bélgica.

Com 233 pontos, Verstappen lidera a temporada de 2022 da categoria. O holandês é seguido na tabela por Leclerc, que estacionou nos 170 pontos e viu o holandês da Red Bull abrir 63 pontos de diferença. Sergio Pérez, da Red Bull, é o terceiro, com 163.

LEIA TAMBÉM: 

Sebastian Vettel anuncia aposentaria da F1 aos 35 anos