Bob Dylan vende direitos de suas músicas por US$ 300 milhões

Com o acordo, gravadora terá direito à renda que Dylan recebe como compositor e controlará os direitos autorais das canções

Bob Dylan vendeu todo o seu catálogo de canções para a Universal Music por um valor estimado de  300 milhões de dólares. Com o acordo, a gravadora terá direito à renda que Dylan recebe como compositor e controlará os direitos autorais das canções. Segundo apurou o jornal The New York Times, essa pode ser a maior aquisição da história envolvendo direitos de publicação musical.

O acordo anunciado nesta segunda, 7, engloba mais de 600 composições do cantor de 79 anos, incluindo clássicos que mudaram o mundo como Blowin 'in the Wind, The Times They Are A-Changin' e Like uma Rolling Stone e musicas do seu novo álbum o Rough and Rowdy Ways.

“Não é nenhum segredo que a arte de compor é a chave fundamental para toda boa música, nem é um segredo que Bob é um dos maiores praticantes dessa arte”, disse Lucian Grainge, executivo-chefe da Universal Music, em comunicado anunciando o acordo.

Em seis décadas, Bob Dylan remodelou o folk, o rock e o pop e inspirou incontáveis ​​cantores. Vendeu mais de 125 milhões de discos em todo o mundo e suas canções foram regravadas mais de 6.000 vezes por outros artistas, segundo a Universal Music. Sua contribuição ao mundo da música é tão marcante que em 2016 o cantor recebeu o Prêmio Nobel de Literatura “por ter criado novas expressões poéticas na grande tradição da canção americana”.

A transação com a Universal Music não inclui canções que Dylan escreva no futuro, deixando em aberto a possibilidade de que o cantor possa escolher trabalhar com outra gravadora ou administrar os próprios direitos.

A negociação histórica vem na esteira da recuperação do mercado musical causada pelo serviço de streaming. De acordo com a National Music Publishers Association, as gravadoras nos Estados Unidos arrecadaram 3,7 bilhões de dólares em 2019, o que atraiu novos investidores pela receita constante e crescente gerada pelos direitos musicais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.