Estamos de cara nova! E continuamos com o conteúdo de qualidade.
Nova Exame

Meritocracia é o nome do jogo na Ambev

Autonomia e grandes desafios mantêm os ambiciosos jovens da cervejaria motivados

São Paulo - Agir como dono do negócio e não pegar atalhos são alguns dos lemas da Companhia de Bebidas das Américas, a Ambev, fabricante de cervejas e refrigerantes com sede em São Paulo. O modelo de gestão baseado na meritocracia mantém os jovens estimulados.

“Sei que para crescer só depende de mim. Se deixassem, trabalharia 24 horas por dia”, diz um profissional. O ritmo é puxado e a cobrança faz parte do negócio — as regras são claras desde o início. Desafios fazem parte da rotina, mas perspectivas de crescimento não faltam. E o principal critério é a entrega de resultado. “O crescimento tem a velocidade do talento”, diz Sandro de Oliveira Bassili, vice-presidente de gente e gestão. Os próprios líderes definem e conduzem a formação de seus sucessores.

E, para que esse modelo funcione, feedback contínuo e plano de gestão de carreira, chamado Ciclo de Gente, são tratados como prioridade pelos chefes. Resultados, desempenho, metas e lacunas do ano anterior são avaliados pelos gestores. Em seguida, cada empregado e seu chefe traçam o Plano de Desenvolvimento Individual (PDI), que deve ser executado em um ano e inclui, entre outras coisas, treinamentos e benchmarks (conhecer as melhores práticas de mercado).

“Com esse modelo tive duas movimentações em um ano”, conta um colaborador. A remuneração também agrada. Apesar de o salário ser alinhado com o mercado (em alguns casos até abaixo da média), os benefícios e o bônus compensam. “O bônus é, em média, equivalente a sete salários, podendo chegar a 14. Mas já atingi 98% da meta e não ganhei nada porque a companhia também precisa obter os resultados esperados”, diz um profissional.

A qualidade de vida é o único item que deixa a desejar. “Não me permito dormir com o celular desligado”, diz um jovem. Ainda assim, são muitos os interessados em ingressar na Ambev. A última edição do programa de trainee — que forma grande parte dos líderes da empresa — registrou 21 270 inscritos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também