Carreira

Fichamento: como usar este método para estudar melhor

Entenda como o método de fichamento pode te ajudar a melhorar seu desempenho nos estudos

Reunião via Zoom (Tom Werner/Getty Images)

Reunião via Zoom (Tom Werner/Getty Images)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 4 de julho de 2024 às 07h00.

Estudar de forma eficiente é essencial para o sucesso acadêmico e profissional. Existem diversos métodos de estudo, cada um com suas vantagens e particularidades.

Um desses métodos é o fichamento, uma técnica que, quando bem aplicada, pode transformar a forma como assimilamos e retemos informações.

Este artigo explora o que é o fichamento, como fazê-lo, quando usá-lo, suas vantagens, e se realmente vale a pena investir tempo nessa técnica.

O que é fichamento?

O fichamento é uma técnica de estudo que consiste na elaboração de resumos detalhados sobre determinado conteúdo. Este método visa organizar as informações de maneira que facilite a revisão e a compreensão dos temas estudados.

Mas para que serve fichamento? Nesse método são registradas as ideias principais de um texto, as análises críticas e os comentários pessoais do estudante.

Os fichamentos podem ser divididos em três tipos principais: primeiro, o fichamento bibliográfico, que contém a referência completa da obra, incluindo título, autor, editora, ano de publicação, entre outros dados pertinentes.

Depois, o fichamento do conteúdo inclui os conceitos e as ideias principais do texto, com citações diretas e paráfrases. E por fim, o fichamento crítico que, além de resumir o conteúdo, inclui a análise crítica e os comentários pessoais do estudante sobre o texto.

Como fazer fichamento?

Para fazer um fichamento de forma eficiente, é importante seguir alguns passos básicos. Primeiramente, antes de iniciar o fichamento, leia o texto completo com atenção para entender a estrutura e o conteúdo.

Depois, identifique as ideias principais, os argumentos centrais e as informações mais relevantes. Estruture as informações de forma lógica e coerente. Divida o conteúdo em seções ou tópicos para facilitar a compreensão.

Registre todas as referências bibliográficas de forma completa e correta. Depois, utilize citações diretas para trechos importantes e paráfrases para resumir ideias complexas (é preciso muita concentração nessa etapa do estudo).

Por fim, adicione comentários pessoais, questionamentos e reflexões sobre o texto. Através desses passos, é possível entender como fazer fichamento.

Exemplo de Fichamento

Para entender melhor o fichamento de um livro, veja um exemplo de fichamento com o livro “O Jeito Warren Buffet de Investir”, de Robert G. Hagstrom:

Referência Bibliográfica:

- HAGSTROM, Robert G. **O Jeito Warren Buffett de Investir: Os Segredos do Maior Investidor do Mundo**. Tradução de Alexandre Martins. São Paulo: Benvirá, 2011.

Conteúdo:

"O Jeito Warren Buffett de Investir" explora as estratégias e filosofias de investimento de Warren Buffett, um dos investidores mais bem-sucedidos do mundo. O livro desmistifica suas abordagens, oferecendo insights práticos e princípios que guiaram suas decisões financeiras ao longo dos anos.

  1. Princípios de investimento: Buffett segue uma abordagem de valor, focando em comprar ações de empresas subvalorizadas com potencial de crescimento a longo prazo.
  2. Critérios de seleção: Investir em negócios que Buffett entende e que têm uma vantagem competitiva duradoura. Ele valoriza a gestão competente e ética, e prefere empresas com forte geração de caixa.
  3. Paciência e disciplina: Buffett é famoso por sua paciência, esperando o momento certo para fazer um investimento. Ele advoga por manter os investimentos a longo prazo, evitando a especulação de curto prazo.
  4. Importância da Simplicidade: A simplicidade é chave na abordagem de Buffett. Ele evita investimentos complicados e só investe em negócios que compreende completamente.
  5. Aprendizado Contínuo: Buffett é um ávido leitor e aprende continuamente sobre o mercado e as empresas. Ele acredita no desenvolvimento constante de conhecimentos como um fator crucial para o sucesso.

Citações:

- "O preço é o que você paga. O valor é o que você leva" (HAGSTROM, 2011, p. 32).

- "É melhor comprar uma empresa maravilhosa a um preço justo do que uma empresa justa a um preço maravilhoso" (HAGSTROM, 2011, p. 65).

Comentários Críticos:

Aplicação dos Princípios de Valor: A filosofia de investimento de Buffett desafia a abordagem de curto prazo predominante em muitos mercados financeiros modernos.

Relevância para Investidores Modernos: Os princípios descritos por Hagstrom continuam relevantes para investidores de todos os níveis, especialmente em um mercado volátil.

Inspiração e Prática: O livro não apenas oferece um guia prático, mas também serve como uma fonte de inspiração para aqueles que desejam seguir os passos de Buffett.

Vantagens de fazer fichamento

Há várias vantagens do fichamento que podem fazer o estudante adotar essa técnica de estudo. O método proporciona uma estrutura organizada do conteúdo estudado, facilitando a revisão e a consulta futura.

Além disso, ele incentiva a leitura atenta e a análise crítica do texto, promovendo uma compreensão mais profunda do assunto. A prática de resumir e reescrever o conteúdo ajuda a fixar as informações na memória.

Por fim, outro benefício do fichamento é que, com fichamentos bem elaborados, é possível localizar rapidamente informações e citações importantes.

A eficácia do fichamento pode variar de pessoa para pessoa, dependendo do estilo de aprendizagem e das necessidades individuais. Para muitos, o fichamento é uma ferramenta valiosa que melhora a organização, facilitando a organização de um cronograma de estudos.

Outros métodos de estudo

Embora o fichamento seja uma técnica eficaz, existem outros métodos que podem ser utilizados de forma complementar ou substitutiva, dependendo da situação e do estilo de aprendizagem do estudante.

1. Pomodoro

A Técnica Pomodoro é uma estratégia de gerenciamento de tempo desenvolvida por Francesco Cirillo no final dos anos 1980.

O método Pomodoro utiliza um temporizador para dividir o trabalho em intervalos, geralmente de 25 minutos, separados por pequenos intervalos de descanso. Cada intervalo é conhecido como um "Pomodoro".

2. Técnica Feynman

Desenvolvida pelo físico Richard Feynman, esta técnica é eficaz para compreender conceitos complexos de maneira mais simples e clara.

A Técnica Feynman consiste em dar uma aula, ensinando o conteúdo estudado como se estivesse explicando para alguém que não conhece o assunto.

3. Mapas Mentais

Os mapas mentais são uma técnica visual de organização de informações, desenvolvida por Tony Buzan. Esta técnica utiliza diagramas que representam conceitos e ideias ligados por ramificações.

Vale a pena fazer fichamento?

O fichamento é uma técnica poderosa para quem busca organizar e aprofundar seus estudos. Mas vale a pena fazer fichamento? Quando bem aplicado, ele não só melhora a retenção de informações, mas também facilita a revisão e a produção de trabalhos acadêmicos.

No entanto, como qualquer método de estudo, ele deve ser adaptado às necessidades e ao estilo de aprendizagem de cada pessoa. Por exemplo: para concursos públicos, pode ser mais apropriado usar mapas mentais ou resolver questões.

Complementar o fichamento com outras técnicas, como Pomodoro, Técnica Feynman e mapas mentais, pode potencializar ainda mais os resultados e proporcionar uma abordagem de estudo mais rica e diversificada.

Ao entender e experimentar diferentes métodos, cada estudante pode encontrar a combinação que melhor se adapta às suas necessidades e objetivos.

Você quer saber mais sobre estudos, produtividade e carreira? Então leia nossos outros artigos abaixo para aprender mais:

Acompanhe tudo sobre:Guia de Carreira

Mais de Carreira

Últimas vagas: pré-MBA em finanças corporativas começa nesta 2ª feira; veja como assistir

Veja 6 estratégias essenciais para empreender no Brasil, segundo o treinador Bernardinho

Da roça para Paris: a história inspiradora do atleta “Maranhão” que irá disputar as Olimpíadas

De estilista a presidente: os 4 passos para alcançar o sucesso, segundo a CEO do Grupo Malwee

Mais na Exame