Ranking FSBinfluênciaCongresso compara influência nas redes sociais

Nesta semana, Eduardo Bolsonaro assume o segundo lugar na Câmara; Major Olímpio, sub-relator da reforma tributária, está em 5º no Senado

A partir de hoje o portal Bússola traz a você, semanalmente, um ranking dos deputados e senadores mais influentes nas redes sociais. O índice reflete a atenção crescente das autoridades ao engajamento por meio da tecnologia, e ganha relevância pelo potencial impacto nas eleições e nas prioridades dos debates nacionais. As informações são compiladas por meio de uma metodologia proprietária do Instituto FSB Pesquisa, resultando no ranking FSBinfluênciaCongresso, que também é distribuído aos congressistas.

Nesta semana, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ) subiu uma posição e aparece em segundo lugar no ranking. O parlamentar superou a deputada Bia Kicis (PSL-DF) e está atrás apenas da correligionária Carla Zambelli (PSL-SP), que segue reinando absoluta na liderança do levantamento.

O principal destaque individual é o deputado Otoni de Paula (PSC-RJ), pré-candidato à prefeitura do Rio. Ele está em 14º lugar, 14 posições à frente em relação ao levantamento anterior. Otoni foi destituído recentemente do cargo de vice-líder do governo após postar nas redes sociais ataques duros ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

Por outro lado, o deputado Marcelo Freixo (PSOL-RJ), que na semana passada era o mais bem colocado parlamentar de oposição no ranking perdeu quatro posições e aparece apenas em 10º lugar. Este posto cabe agora à deputada Jandira Feghalli (PCdoB-RJ), que manteve o mesmo desempenho da semana anterior e está em sétimo lugar.

Senado

Major Olímpio (PSL-SP), líder do partido na Casa e sub-relator da reforma tributária na Comissão Especial, subiu três posições e ocupa agora o quinto lugar no ranking desta semana. Há duas semanas, Major Olímpio defendeu o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, quando a Câmara decidiu começar sozinha o debate da reforma. O parlamentar acabou escolhido para ajudar o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) a condensar em um texto de consenso as PECs 110 e 045, além das propostas encaminhadas pela equipe econômica.

O senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ), um dos investigados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por suspeita de financiar atos antidemocráticos, é a grande novidade do ranking desta semana. O parlamentar avançou 28 posições, ocupando assim o 11º lugar.

Veja abaixo o ranking desta semana dos 20 primeiros deputados, e dos 15 primeiros senadores.

Ranking FSBInfluênciaCongresso compara influência nas redes sociais Ranking FSBInfluênciaCongresso compara influência nas redes sociais

Ranking FSBInfluênciaCongresso compara influência nas redes sociais (Bússola por FSB/Divulgação)

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.