• AALR3 R$ 20,13 -0.20
  • AAPL34 R$ 68,52 1.72
  • ABCB4 R$ 16,65 0.79
  • ABEV3 R$ 14,21 1.21
  • AERI3 R$ 3,75 5.04
  • AESB3 R$ 10,92 0.74
  • AGRO3 R$ 31,36 0.58
  • ALPA4 R$ 22,15 4.04
  • ALSO3 R$ 18,85 -0.79
  • ALUP11 R$ 26,51 -2.07
  • AMAR3 R$ 2,58 1.57
  • AMBP3 R$ 32,48 4.47
  • AMER3 R$ 21,50 -1.78
  • AMZO34 R$ 3,43 5.09
  • ANIM3 R$ 5,66 3.47
  • ARZZ3 R$ 81,38 2.42
  • ASAI3 R$ 16,30 3.69
  • AZUL4 R$ 20,95 4.38
  • B3SA3 R$ 12,43 4.37
  • BBAS3 R$ 37,45 -0.32
  • AALR3 R$ 20,13 -0.20
  • AAPL34 R$ 68,52 1.72
  • ABCB4 R$ 16,65 0.79
  • ABEV3 R$ 14,21 1.21
  • AERI3 R$ 3,75 5.04
  • AESB3 R$ 10,92 0.74
  • AGRO3 R$ 31,36 0.58
  • ALPA4 R$ 22,15 4.04
  • ALSO3 R$ 18,85 -0.79
  • ALUP11 R$ 26,51 -2.07
  • AMAR3 R$ 2,58 1.57
  • AMBP3 R$ 32,48 4.47
  • AMER3 R$ 21,50 -1.78
  • AMZO34 R$ 3,43 5.09
  • ANIM3 R$ 5,66 3.47
  • ARZZ3 R$ 81,38 2.42
  • ASAI3 R$ 16,30 3.69
  • AZUL4 R$ 20,95 4.38
  • B3SA3 R$ 12,43 4.37
  • BBAS3 R$ 37,45 -0.32
Abra sua conta no BTG

Podcast A+: Mais diversidade e inclusão nos conselhos empresariais

Episódio debate a importância de os conselhos se tornarem mais plurais e como a agenda ESG pode contribuir para ampliar a representatividade nas empresas
Podcast A+ traz debate sobre o novo perfil dos conselhos empresariais e a importância de eles se tornarem mais inclusivos (Divulgação/Bússola)
Podcast A+ traz debate sobre o novo perfil dos conselhos empresariais e a importância de eles se tornarem mais inclusivos (Divulgação/Bússola)
Por BússolaPublicado em 24/09/2021 07:41 | Última atualização em 24/09/2021 07:41Tempo de Leitura: 3 min de leitura

O novo episódio do Podcast A+ traz o debate promovido pela Bússola sobre o novo perfil dos conselhos empresariais e a importância de eles se tornarem mais inclusivos.

Se o mundo corporativo felizmente começou a discutir de forma mais intensa nos últimos anos os temas da inclusão e da diversidade, as empresas ainda estão longe de ter nos seus quadros a pluralidade da sociedade brasileira. E essa falta de representatividade vale também e principalmente para os conselhos de administração, ainda formados predominantemente por homens brancos, héteros, cis e acima dos 60 anos.

É verdade que a participação das mulheres tem crescido nos boards, mas é preciso avançar mais e rápido. Pesquisa realizada pela consultoria de gestão Korn Ferry mostra que, apesar de o índice ter dobrado nas companhias brasileiras desde 2014, a presença feminina nos conselhos corresponde ainda a somente 14%, abaixo da registrada na União Europeia, 30%, e nos Estados Unidos, 25%.

Além das mulheres, é urgente ampliar também a inclusão de conselheiros negros, LGBTQIA+, com deficiência e abaixo dos 50 anos, que representam uma minoria nos boards. Mais diversidade significa mais vantagem competitiva. Companhias com um quadro plural de colaboradores – que têm diferentes origens, experiências e histórias de vida – são mais inovadoras e mais capazes de atrair talentos e conquistar novos mercados.

Dentro desse novo perfil de conselheiro, mais diverso e atento a uma sociedade complexa e plural, um outro aspecto chama a atenção. As companhias têm demandado conselhos mais participativos e menos reativos, que olhem para frente e as ajudem a navegar nesses tempos incertos. Um membro estratégico ao board deve ser atuante, oferecer um pacote amplo de soft skills e estar atualizado não apenas com o mercado mas com questões que impactam o planeta.

Em uma hora de live no YouTube da Exame, conselheiros e especialistas em governança corporativa debateram a importância de tornar os conselhos mais inclusivos e como a agenda ESG pode contribuir para ampliar a diversidade. Com mediação do jornalista Rafael Lisbôa, diretor da Bússola, o bate-papo reuniu Angela Donaggio, fundadora da Virtuous Company e consultora de governança e diversidade; Claudia Elisa, conselheira em várias companhias abertas e fechadas e mentora de scale-ups; Jandaraci Araujo, membro da Women in Leadership in Latin America e cofundadora do Conselheira 101; e Robert Juenemann, sócio-fundador da Robert Juenemann Advocacia Empresarial e Familiar e conselheiro em diversas empresas.

Escute abaixo o episódio, e ainda pelo Spotify ou Apple Podcasts. A edição é de Guilherme Baldi.

 

 

O Podcast A+ faz parte da plataforma Bússola, uma parceria entre a Revista Exame e o Grupo FSB.

Assine os Boletins da Bússola

Siga Bússola nas redes:  InstagramLinkedin  | Twitter  |   Facebook   |  Youtube 

Mais da Bússola: