• AALR3 R$ 20,29 0.74
  • AAPL34 R$ 67,40 -2.05
  • ABCB4 R$ 16,73 -0.18
  • ABEV3 R$ 14,19 0.78
  • AERI3 R$ 3,63 -6.20
  • AESB3 R$ 10,65 -2.92
  • AGRO3 R$ 31,09 0.61
  • ALPA4 R$ 20,82 0.29
  • ALSO3 R$ 19,15 -1.64
  • ALUP11 R$ 27,31 0.52
  • AMAR3 R$ 2,40 -2.83
  • AMBP3 R$ 30,55 -1.99
  • AMER3 R$ 22,85 -5.07
  • AMZO34 R$ 63,86 -2.50
  • ANIM3 R$ 5,36 -3.42
  • ARZZ3 R$ 79,90 0.49
  • ASAI3 R$ 15,91 0.25
  • AZUL4 R$ 20,78 -5.37
  • B3SA3 R$ 12,02 -0.66
  • BBAS3 R$ 37,75 -0.57
  • AALR3 R$ 20,29 0.74
  • AAPL34 R$ 67,40 -2.05
  • ABCB4 R$ 16,73 -0.18
  • ABEV3 R$ 14,19 0.78
  • AERI3 R$ 3,63 -6.20
  • AESB3 R$ 10,65 -2.92
  • AGRO3 R$ 31,09 0.61
  • ALPA4 R$ 20,82 0.29
  • ALSO3 R$ 19,15 -1.64
  • ALUP11 R$ 27,31 0.52
  • AMAR3 R$ 2,40 -2.83
  • AMBP3 R$ 30,55 -1.99
  • AMER3 R$ 22,85 -5.07
  • AMZO34 R$ 63,86 -2.50
  • ANIM3 R$ 5,36 -3.42
  • ARZZ3 R$ 79,90 0.49
  • ASAI3 R$ 15,91 0.25
  • AZUL4 R$ 20,78 -5.37
  • B3SA3 R$ 12,02 -0.66
  • BBAS3 R$ 37,75 -0.57
Abra sua conta no BTG

LelloLab implanta logística reversa e energia renovável em Carapicuíba

Condomínio Flex vai receber soluções sustentáveis voltadas para energia, água e lixo
Ideia é que esse condomínio seja modelo para os mais de 3 mil administrados pela Lello (Divulgação/Divulgação)
Ideia é que esse condomínio seja modelo para os mais de 3 mil administrados pela Lello (Divulgação/Divulgação)
Por BússolaPublicado em 20/12/2021 16:00 | Última atualização em 20/12/2021 16:13Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Por meio do LelloLab, o laboratório de inovação da vida em comum, o grupo Lello começou a implementar, em um de seus condomínios, soluções inovadoras socioambientais voltadas para energia, lixo e água, como: logística reversa de resíduos sólidos, cogeração de energias renováveis e sistemas de economia no consumo da água.

A iniciativa, chamada de Sandbox (termo utilizado para denotar ambientes de experimentação e inovação), tem sido trabalhada no Condomínio Flex, do programa Minha Casa Minha Vida, localizado em Carapicuíba (SP). “Nós chamamos este ambiente de um Sandbox, porque a ideia é efetivamente permitir a cocriação de inovações para melhorar a vida em comum, junto aos moradores, síndicos e toda a comunidade deste local”, diz Filipe Cassapo, diretor do LelloLab.

Segundo Cassapo, o projeto piloto está sendo promovido neste condomínio porque lá vivem pessoas com um nível de demanda social que representa a realidade da maioria dos brasileiros. “Queremos inovações que atendam efetivamente e de forma prática às necessidades sociais e econômicas da maioria da população, para então sermos capazes de fazer, verdadeiramente, alguma diferença na vida das pessoas”, afirma.

Já a síndica do Condomínio Flex Carapicuíba, Ellen Carvalho Rocha, diz que os condôminos aceitaram muito bem a chegada do LelloLab no local. “A aceitação das ações e soluções foi muito positiva aqui no condomínio. Como síndica, não só acredito como credibilizo completamente o projeto. O pessoal ajuda bastante, interage superbem. Aprendo muito com eles e eles comigo”.

A ideia é que esse condomínio seja um modelo de implementação de inovações e soluções socioambientais para os mais de 3.000 condomínios administrados pela Lello. O projeto começa pela prototipação de sistemas de geração energética e beneficiamento de resíduos e a empresa já tem planos de levar esses recursos para condomínios nos bairros de Pirituba e Butantã, em São Paulo.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedIn | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também