• AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
  • AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
Abra sua conta no BTG

Agora sua Heineken será produzida em local com energia renovável

Raízen irá gerar energia renovável para grupo Heineken, evitando a emissão anual de mais de 85 toneladas de carbono
Com o contrato vigente por, pelo menos, cinco anos, 23 unidades da Heineken farão parte da planta energética da Raízen (Exame/Karin Salomão)
Com o contrato vigente por, pelo menos, cinco anos, 23 unidades da Heineken farão parte da planta energética da Raízen (Exame/Karin Salomão)
Por BússolaPublicado em 26/12/2021 10:26 | Última atualização em 26/12/2021 10:38Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A Raízen firmou contrato para gerar energia renovável aos Centros de Distribuição do grupo Heineken em doze estados brasileiros, oferecendo uma solução alternativa para redução das emissões de carbono e dos custos com energia. Com o contrato vigente por, pelo menos, cinco anos, 23 unidades da Heineken farão parte da planta energética da Raízen, deixando de emitir anualmente mais de 85 toneladas de carbono.

Destaque no mercado nacional de geração distribuída, a Raízen gera sua própria energia por meio de fonte renovável, utilizando como fonte de energia o sol, resíduos da cana-de-açúcar e outras fontes limpas.

Toda energia fornecida pela Raízen será certificada pelo I-REC Standard, sistema global de rastreamento de atributos ambientais de energia, garantindo sua origem limpa, renovável e que atende aos mais altos padrões de sustentabilidade energética.

A energia gerada visa abastecer os Centros de Distribuição da cervejaria na Bahia, Ceará, Pernambuco, Sergipe, Maranhão, Rio Grande do Norte, Pará, Goiás, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo, além da fábrica de concentrados em Manaus e as cervejarias Baden Baden em Campos do Jordão e de Eisenbahn, em Blumenau, alguns dos estados em que a Raízen já possui usinas e projetos de implantação de novas unidades. Em 2022, a empresa prevê a expansão de novas usinas de Geração Distribuída Compartilhada para 18 estados e o Distrito Federal. 

Este é um conteúdo da Bússola, parceria entre a FSB Comunicação e a Exame. O texto não reflete necessariamente a opinião da Exame.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedIn | Twitter | Facebook | Youtube