Estamos de cara nova! E continuamos com o conteúdo de qualidade.
Nova Exame

66% das MPEs estão iniciando a transformação digital, diz estudo

Ainda que mais da metade das micro e pequenas empresas esteja nos primeiros níveis de digitalização, o potencial para adoção de tecnologias é grande

O Mapa de Digitalização das Micro e Pequenas Empresas Brasileiras (MPEs), uma pesquisa realizada pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e a Fundação Getúlio Vargas (FGV), revelou que 66% das MPEs estão nos níveis 1 e 2 de maturidade digital, sendo 18% analógicas (nível 1) e 48% emergentes (nível 2). Só 3% são consideradas líderes digitais (nível 4), e 30% estão na etapa intermediária (nível 3).

O levantamento mensurou, nas empresas pesquisadas, o grau de implementação de 25 boas práticas digitais e da utilização de tecnologias habilitadoras. A pesquisa mostra que a média de maturidade digital das micro e pequenas empresas brasileiras é de 40,77 pontos, em uma escala que varia de 0 a 100 pontos, sendo 0 nada digital e 100 totalmente digital.

As empresas demonstraram maior maturidade digital na dimensão “‘inovar mais rápido e colaborativamente”, com pontuação média de 47,72 pontos. O foco dessa dimensão é conhecer como as organizações estão encorajando o risco e a inovação aberta para mudar seus produtos, serviços e modelos de negócios e testar ideias. Nesse aspecto, 43,7% das empresas pesquisadas afirmam estar abertas a opiniões e sugestões para o desenvolvimento de produtos ou serviços, mas apenas 11,6% colaboraram com outras empresas e com seus clientes nesse processo.

Em compensação, a dimensão “estabelecer novas bases de competição” foi aquela para a qual as empresas demonstraram menor maturidade, com média de 35,02 pontos. Essa dimensão avalia a capacidade das empresas em reposicionar sua atuação e passar a competir em mercados que antes não competiam. Nesse ponto, somente 7,3% das empresas informaram que participam de canais de venda online ou marketplaces.

A pesquisa também revelou que o acesso à banda larga já faz parte da realidade de 68,7% das empresas. Porém, apenas 27,5% delas possui um site com funcionalidades interativas, 19% coleta ou armazena dados dos seus clientes e 25,4% usam serviços de cloud computing.

Para o presidente da ABDI, Igor Calvet, o levantamento mostra que as práticas e estratégias dos pequenos negócios ainda são pouco consolidadas. “No entanto, mais do que desafios, as constatações do relatório nos apresentam oportunidades. Há um grande espaço para que essas empresas adotem tecnologias digitais e desenvolvam todo seu potencial, mas é preciso imprimir velocidade a esse processo”, afirma.

De acordo com ele, os pequenos negócios representam um papel fundamental para o desenvolvimento econômico e social do Brasil, respondendo por 30% do PIB e por mais de 50% dos postos de trabalho existentes hoje no país. “É fundamental que as empresas se adaptem e aproveitem ao máximo os benefícios dessas tecnologias, que contribuem para aperfeiçoar suas operações, criar novos modelos de negócios e gerar mais receitas. Ao traçar esse diagnóstico, a ABDI aponta um caminho mais efetivo para aumentar a maturidade digital das micro e pequenas empresas”, declara.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedIn | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também