SUS fornece remédio para epilepsia em pacientes com microcefalia

A medicação, conhecida pelo nome comercial Keppra, estará disponível no SUS em um prazo máximo de 180 dias

São Paulo – O medicamento antiepiléptico Levetiracetam foi incorporado ao Sistema Único de Saúde (SUS) para o tratamento de pacientes com microcefalia. A determinação foi publicada na edição desta segunda-feira, 4, no Diário Oficial da União (DOU).

Segundo a publicação, a medicação, conhecida pelo nome comercial Keppra, estará disponível no SUS em um prazo máximo de 180 dias. Pessoas com o diagnóstico de microcefalia podem sofrer com convulsões.

Na mesma edição no DOU, foi informado que haverá a incorporação do antiepiléptico para pacientes do SUS com diagnóstico de epilepsia mioclônica juvenil para pessoas resistentes à monoterapia. O prazo para incorporação também é de 180 dias.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.

Você já leu todo conteúdo gratuito deste mês.

Assine e tenha o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Já é assinante? Entre aqui.

Plano mensal Revista Digital

Plano mensal Revista Digital + Impressa

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

R$ 15,90/mês

R$ 44,90/mês

Plano mensal Revista Digital

Acesse ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

ASSINE

Plano mensal Revista Digital + Impressa

Acesse ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças + Edição impressa quinzenal com frete grátis.

ASSINE