Secretaria de Saúde da Bahia confirma 1º caso de coronavírus

Se trata de uma mulher de 34 anos, residente na cidade de Feira de Santana, que retornou da Itália

São Paulo — A Secretaria Estadual da Saúde da Bahia (Sesab) confirmou nesta sexta-feira (06) o primeiro caso de coronavírus no estado. Se trata de uma mulher de 34 anos, residente na cidade de Feira de Santana, que retornou da Itália.

Segundo nota da secretaria, as amostras foram coletadas em um hospital particular da capital baiana e depois foram enviadas para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, que é a referência nacional do Ministério da Saúde. O resultado laboratorial confirmou o diagnóstico. A paciente está em isolamento em casa e, segundo exames, está assintomática.

Este é o primeiro caso confirmado da doença no Nordeste. No Brasil, já há nove diagnósticos positivos para o Covid-19, nome oficial do coronavírus. Seis estão em São Paulo, um no Rio de Janeiro, um no Espírito Santo e agora um na Bahia.

Há ainda, um possível caso no Distrito Federal, de uma mulher de 27 anos, com histórico de viagem para Inglaterra e Suíça. Ela teve resultado positivo para o teste em laboratório particular, mas o exame está em contraprova.

Ontem, pela primeira vez, o Ministério da Saúde confirmou que São Paulo registrou os dois primeiros casos de transmissão direta no país. Um dos pacientes infectados é parente do homem de 61 anos, que foi o primeiro confirmado para a doença, em 26 de fevereiro. O segundo teve contato com esse familiar.

Segundo balanço do Ministério da Saúde desta quinta-feira (05), atualmente há 636 casos suspeitos de coronavírus e 378 casos descartados em todo o país.

Coronavírus no mundo

O surto de coronavírus, pode causar infecções respiratórias como pneumonia. A doença já provocou mais de 3.198 mortes e infectou mais de 93 mil pessoas em cerca de 76 países e territórios.

Das pessoas que contraíram a doença, cerca de 48 mil se recuperaram, segundo autoridades de saúde de vários países.

Além das mortes na China, onde o surto foi detectado em dezembro, há registro de mortes no Irã, na Itália, Coreia do Sul, no Japão, na França, em Hong Kong, Taiwan, na Austrália, Tailândia, nos Estados Unidos, em San Marino e nas Filipinas.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o surto de Covid-19 como emergência de saúde pública internacional de risco “muito elevado”.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.