Quatro presidentes em xeque

Não é sempre que quatro presidentes têm que encarar pautas incendiárias numa mesma semana. Já na segunda-feira, o presidente interino Michel Temer se reúne com governadores para tentar desarmar a mais polêmica delas — a dívida dos estados com a União. Na última sexta-feira, o governo do Rio decretou calamidade pública devido à crise econômica. Será a primeira vez que Temer se reunirá com todos os representantes estaduais para tratar do tema. Não espera tranqüilidade: os estados devem exigir receber ajuda semelhante aos 2,9 bilhões de reais prometidos ao Rio.

Fora do Palácio do Planalto, o segundo presidente em questão é Eduardo Cunha, presidente afastado da Câmara. Na segunda-feira, a Comissão de Constituição e Justiça votará o relatório de Artur Lira que pode mudar procedimentos na cassação de deputados, o que beneficiaria Cunha. Na terça-feira, Cunha concederá uma entrevista coletiva com o objetivo, segundo ele, de esclarecer “fofocas” sobre sua situação. Jornais noticiam que ele vem estuando a ideia de renunciar à presidência da Casa para evitar a cassação.

Enquanto isso, no Senado, o presidente Renan Calheiros — o terceiro em xeque esta semana — decide até a quarta-feira se aceita o pedido de impeachment contra o Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot. A petição foi apresentada por duas advogadas na última segunda-feira 13. Entre os senadores, o apelo é de cautela, porque qualquer movimento drástico pode ser interpretado como uma forma de interferir na Lava-Jato. Se ele aceitar o pedido, uma Comissão Especial analisará sua admissibilidade.

Ainda no Senado, aliados de outra presidente, a afastada Dilma Rousseff, seguem duelando contra seus opositores na Comissão de Impeachment. Na segunda e na terça serão ouvidas testemunhas de defesa da presidente, entre elas o ex-ministro da Educação Renato Janine, o deputado Pepe Vargas, ex-ministro da Secretaria de Direitos Humanos, e Miriam Belchior, ex-ministra do Planejamento. Numa semana com tantas pautas pegando fogo no mundo político, não devem estes os eventos com a maior audiência.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.