Presidente da OAB critica Bolsonaro por declarações

Político fez afirmações controversas sobre homossexuais e negros no programa CQC

São Paulo - O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Ophir Cavalcante, divulgou uma nota hoje em que condena as declarações do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), que, em entrevista ao programa CQC, na noite da últimasegunda-feira, classificou de "promiscuidade" a possibilidade de um filho se relacionar com uma mulher negra e fez ataques a homossexuais.

Ophir classificou que as declarações do deputado "violam a Constituição e a lei" e são também "incompatíveis com a dignidade do Parlamento e com a relevância do cargo de deputado federal". O presidente da OAB diz acreditar que a Câmara dos Deputados dever abrir processo contra o parlamentar por quebra de decoro "e, se for o caso, afastá-lo mesmo das funções".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.