Brasil
Acompanhe:

Pesquisa eleitoral: 83% dos brasileiros dizem que o voto para presidente já está definido

Entre aqueles eleitores que já definiram um candidato, 80% pretendem votar no ex-presidente Lula ou no presidente Bolsonaro no primeiro turno

Urna eletrônica: primeiro turno é no dia 2 de outubro. (Fabio Pozzebom)

Urna eletrônica: primeiro turno é no dia 2 de outubro. (Fabio Pozzebom)

G
Gilson Garrett Jr

Publicado em 28 de agosto de 2022, 08h30.

No dia do primeiro debate entre os candidatos à Presidência, na TV Bandeirantes, 83% dos eleitores dizem que já definiram o voto para presidente, segundo a pesquisa eleitoral EXAME/IDEIA, divulgada na última quinta-feira, 25. Para 13%, ainda há uma possibilidade de mudança, e 3% não sabem. Entre aqueles eleitores que já definiram um candidato, 80% pretendem votar no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ou no presidente Jair Bolsonaro (PL) no primeiro turno.

Em uma pergunta estimulada, com os nomes apresentados previamente, Lula tem 44% das intenções de voto, e Bolsonaro tem 36%. Ciro Gomes (PDT) aparece com 9%, e Simone Tebet (MDB), 4%. Os demais candidatos fizeram 1% ou não pontuam. Brancos e Nulos somam 2%, e aqueles eleitores que dizem que não sabem são 3%.

(Arte/Exame)

Para a pesquisa, foram ouvidas 1.500 pessoas entre os dias 19 e 24 de agosto. As entrevistas foram feitas por telefone, com ligações tanto para fixos residenciais quanto para celulares. A sondagem foi registrada no TSE com o número BR-02405/2022. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. A EXAME/IDEIA é um projeto que une EXAME e o IDEIA, instituto de pesquisa especializado em opinião pública. Veja o relatório completo.

Maurício Moura, fundador do IDEIA, acredita que neste momento da campanha, a menos de 40 dias do primeiro turno, há pouco espaço para convencimento dos eleitores.

"Pela primeira vez, temos a eleição que combina um presidente em exercício com um ex-presidente com a musculatura do Lula. São duas figuras amplamente conhecidas, com bases eleitorais muito bem estabelecidas, e esse fato é uma novidade eleitoral. Esse nível de engajamento produz algo que conseguimos perceber nas eleições dos Estados Unidos, em 2020, entre Donald Trump e Joe ­Biden", diz.

LEIA TAMBÉM: Tudo sobre Eleições 2022: candidatos, pesquisas, datas e debates

Segundo turno entre Lula e Bolsonaro: estável

EXAME/IDEIA também fez uma simulação de segundo turno entre Lula e Bolsonaro, que ficou estável, se comparado com a última pesquisa. O petista tem 49%, ante 47% em julho. O atual ocupante do Palácio do Planalto pontuou 40%, e há um mês tinha 37%. Os dois crescimentos estão dentro da margem de erro da pesquisa.

(Arte/Exame)

A pesquisa ainda testou outros quatro cenários de segundo turno. Lula venceria Tebet (46% X 26%), e Ciro Gomes (43% X 31%). Bolsonaro seria vitorioso em uma disputa contra Ciro Gomes (38% X 34%), e também contra Tebet (40% X 25%).

LEIA TAMBÉM: Bolsonaro cresce 8 pontos no Sudeste e ultrapassa Lula na região

Veja como foram as últimas pesquisas eleitorais de 2022: