Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:

Mercadante terá compromisso com Pátria Educadora, diz Dilma

"Meu amigo Mercadante no Ministério da Educação vai dar sequência ao nosso compromisso maior", disse a presidente

Modo escuro

Continua após a publicidade

	Dilma anuncia reforma ministerial: a saída de Mercadante e a chegada de Jaques Wagner, que deixou a Defesa rumo à Casa Civil, tornou Dilma mais dependente do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva
 (Antonio Cruz/ Agência Brasil)

Dilma anuncia reforma ministerial: a saída de Mercadante e a chegada de Jaques Wagner, que deixou a Defesa rumo à Casa Civil, tornou Dilma mais dependente do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Antonio Cruz/ Agência Brasil)

C
Carla Araújo, Eduardo Rodrigues, Bernardo Caram

Publicado em 5 de outubro de 2015 às, 17h43.

Brasília - A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta segunda-feira, 05, durante cerimônia de posse dos novos ministros, que a troca de Aloizio Mercadante, que deixou a Casa Civil para assumir a pasta da Educação, vai "dar sequência ao compromisso do governo" da Pátria Educadora, tema escolhido pelo Planalto como mote deste segundo mandato.

"Meu amigo Mercadante no Ministério da Educação vai dar sequência ao nosso compromisso maior", disse. "Vamos continuar trabalhando para dar a cada brasileiro e brasileira o melhor passaporte para o futuro, que é o acesso à educação de qualidade."

A saída de Mercadante e a chegada de Jaques Wagner, que deixou a Defesa rumo à Casa Civil, tornou Dilma mais dependente do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que nos últimos dias comandou as articulações internamente no PT e com os aliados.

Wagner é considerado mais habilidoso do que Mercadante, que na Casa Civil comprou briga com o PMDB e até com petistas e voltou para o Ministério da Educação por insistência do ex-presidente.

Em nove meses de gestão, o governo, que tem o lema "Pátria Educadora", já abriga o terceiro titular da pasta. "O Plano Nacional de Educação é muito bom, mas ninguém conhece", reclamou Lula, em conversa com Dilma e ministros do PT.

Durante a cerimônia, a primeira saudação de Dilma foi justamente para Wagner, a quem ela pediu que "seja parceiro de todos os ministérios". Ela destacou a experiência de Wagner no governo da Bahia e falou que o desafio da nova pasta é ter "qualidade de gestão". "Será um elemento decisivo nos próximos tempos."

Últimas Notícias

Ver mais
Maceió: cientistas alertam há 10 anos para risco; ruína é iminente

Brasil

Maceió: cientistas alertam há 10 anos para risco; ruína é iminente

Há 3 horas

Lula afirma que o Brasil vai participar da Opep+

Brasil

Lula afirma que o Brasil vai participar da Opep+

Há 4 horas

Salário mínimo 2024: qual o valor previsto e quando começa a valer?

Brasil

Salário mínimo 2024: qual o valor previsto e quando começa a valer?

Há 19 horas

Metrô de SP pede indenização milionária a sindicato por causa de greve

Brasil

Metrô de SP pede indenização milionária a sindicato por causa de greve

Há 19 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Com copos de plástico reciclado coletado no litoral brasileiro, Corona estreia no Primavera Sound

Com copos de plástico reciclado coletado no litoral brasileiro, Corona estreia no Primavera Sound

Com itens personalizados, Tramontina usa expertise para aproveitar alta dos presentes de fim de ano

Com itens personalizados, Tramontina usa expertise para aproveitar alta dos presentes de fim de ano

Suvinil investe para criar embalagens e produtos mais sustentáveis

Suvinil investe para criar embalagens e produtos mais sustentáveis

Inovação em nuvem e IA: a aposta da Huawei Cloud para o Brasil

Inovação em nuvem e IA: a aposta da Huawei Cloud para o Brasil

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais