A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Kataguiri retira candidatura à presidência da Câmara e apoiará Van Hattem

Deputado eleito disse que ajudará Partido Novo a intensificar busca por votos para seu candidato nas próximas semanas

Brasília - O deputado eleito Kim Kataguiri (DEM-SP) retirou sua candidatura à presidência da Câmara e anunciou apoio ao também deputado eleito Marcel Van Hattem (Novo-RS). O anuncio foi feito nesta quarta-feira, 23, pelos parlamentares. Kataguiri disse que Marcel reúne as qualificações para realizar as reformas necessárias e deixar a Câmara mais enxuta e veloz. Kataguiri disse que irá juntamente com o Partido Novo intensificar a busca por votos nas próximas semanas, até as eleições, que serão no dia 1º de fevereiro.

Kataguiri havia anunciado sua candidatura apesar de seu partido ter outro candidato, que é o atual presidente da Casa e o favorito na disputa até o momento, Rodrigo Maia (DEM-SP). "Ele não defende as reformas administrativas e não tem um canal direto de comunicação com a população", afirmou o deputado eleito do DEM de São Paulo, que é um dos fundadores do Movimento Brasil Livre (MBL), ao responder o porquê de não apoiar o correligionário.

Kataguiri negou que tenha havido pressões do partido para que ele desistisse de sua candidatura e disse que chegou a conversar com Maia antes de tomar a decisão de apoiar Van Hattem. "Maia respeita meu apoio", disse e acrescentou que esse posicionamento é ideológico. Segundo ele, não houve negociação de posições na Casa. Van Hattem afirmou que ele e Kataguiri defendem as mesmas ideias e agradeceu o apoio do colega.

O Novo anunciou nesta terça-feira, 22, a candidatura de Van Hattem. Sua plataforma de campanha para o cargo inclui temas como a desburocratização da máquina pública, o fim do foro privilegiado e as reformas da Previdência e tributária. O parlamentar também afirmou que o partido terá uma posição de independência em relação ao governo de Jair Bolsonaro. Apesar de ser uma bancada nanica, com oito deputados eleitos, o partido diz que tem conversado com integrantes de outras legendas para angariar apoio, inclusive do PSL, que decidiu integrar o bloco do atual presidente da Casa. Maia já conta com o apoio de 12 partidos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também