A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Governo vira as costas ao trabalhador, diz Força Sindical

A Força Sindical classifica como “um verdadeiro absurdo” a medida de congelamento do aumento salarial dos servidores públicos

São Paulo - A Força Sindical criticou hoje (15) as medidas econômicas anunciadas ontem pelo governo para reduzir despesas e aumentar receitas.

De acordo com a central sindical, o pacote é uma clara demonstração de que o governo “continua se curvando aos bancos e aos especuladores e virando as costas para os trabalhadores”.

“Não podemos nos calar diante deste pacote que, de forma nefasta, transfere os erros econômicos cometidos pelo atual governo para que sejam pagos pela classe trabalhadora. O governo fez a opção errada de política econômica e nós, trabalhadores, não estamos dispostos a pagar esta conta”, disse a entidade em nota.

A Força Sindical classifica como “um verdadeiro absurdo” a medida de congelamento do aumento salarial dos servidores públicos. “A atitude da equipe econômica visa esvaziar e precarizar o serviço público”.

A entidade sindical também criticou a proposta de reativação da CPMF e pediu mais diálogo do governo com a sociedade para enfrentar a crise.

“Entendemos que, ressuscitar a CPMF de uma forma tão atabalhoada é mais um deslize deste governo. Acreditamos que uma reforma fiscal se faz necessária, mas com diálogo e com compromissos que resultem no fortalecimento da economia e no desenvolvimento do país”, ressaltou a entidade.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também