EXAME/IDEIA: Covas herda mais votos e bate Boulos: 64% a 36%

Pesquisa EXAME/IDEIA mostra que Covas é reeleito com votos de eleitores de França, Russomanno e Mamãe Falei. Boulos ganha entre alta renda e jovens

O prefeito Bruno Covas (PSDB) vence o candidato Guilherme Boulos (PSOL) com 64% dos votos válidos no segundo turno para a Prefeitura de São Paulo. Na pesquisa estimulada, Covas recebe 56% das intenções de voto e Boulos, 31%, em um cenário que haveria 10% de votos nulos e brancos. Apenas 3% dizem não saber em quem votar.

O mundo segue mudando. Siga em evolução com a EXAME Academy

Os dados de intenção de votos para a corrida eleitoral na capital paulista fazem parte de uma pesquisa exclusiva de EXAME/IDEIA, projeto que une Exame Research, braço de análise de investimentos da EXAME, e o IDEIA, instituto de pesquisa especializado em opinião pública.

“Bruno Covas consegue a maioria dos votos dos eleitores Marcio França, Celso Russomano e Mamãe Falei. Com isso constrói sua vantagem. Todavia, a pesquisa mostra que Boulos é o candidato dos eleitores de renda mais alta e mais escolarizados””, diz Maurício Moura, fundador do IDEIA, instituto de pesquisa focado em opinião pública.

A pesquisa mostra que 90% dos que votaram em França (PSB) no primeiro turno votam em Covas no segundo, mesmo índice verificado entre os eleitores de Mamãe Falei (Patriotas). Já entre os eleitores de Russomanno (Republicanos), 89% preferem o candidato do PSDB.

Já no espectro da esquerda, 70% dos eleitores de Jilmar Tatto (PT) votam em Boulos e 30% em Covas. Já 100% dos eleitores de Orlando Silva (PCdoB) escolhem o candidato do PSOL. Veja abaixo como os votos recebidos no primeiro turno por cada candidato são transferidos no segundo:

Ao análisar a faixa etária do eleitorado, Covas tem vantagem na maioria da população. Apenas entre os mais jovens, entre os de 16 e 24 anos, o candidato do PSOL ganha com 46% das intenções de voto.

Boulos também ganha entre os mais escolarizados e de maior renda: 61% dos eleitores com ensino superior e 54% dos que têm renda superior a cinco salários mínimos preferem o psolista. Para 74% dos sem instrução e 75% dos que concluíram apenas o ensino fundamental, o candidato no segundo turno é Covas.

O levantamento ouviu 800 eleitores da cidade de São Paulo nos dias 16 e 17 de novembro e foi registrado no site do Tribunal Superior Eleitoral com a identificação SP-07424/2020. A margem de erro é de três pontos para cima ou para baixo.

Aprovação

A pesquisa EXAME/IDEIA também perguntou aos eleitores paulistanos se aprovam e como eles avaliam a gestão de Covas na prefeitura. Pouco mais da metade das pessoas pesquisadas, 51%, aprova a atual adminsitração do PSDB na capital, enquanto 37% desaprovam e outros 12% não sabem.

Para 26% dos entrevistados, a gestão de Covas é avaliada como ótima ou boa, enquanto 44% a consideram regular. Já 29% das pessoas ouvidas dizem que a administração é ruim ou péssima.

 

 

 

Espera! Tem um presente especial para você.

Uma oferta exclusiva válida apenas nesta Black Friday.

Libere o acesso completo agora mesmo com desconto:

exame digital

R$ 15,90/mês

R$ 6,36/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

R$ 40,41/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.