Brasil
Acompanhe:

Ex-ministros do PT e aliados de Alckmin são cotados para Ministério da Saúde

São cogitados o médico e senador Humberto Costa (PT-PE); o sanitarista e professor Arthur Chioro; o médico e deputado federal Alexandre Padilha e mais

Lula e Alckmin: ex-ministros do PT e aliados de vice eleito são cotados para Ministério da Saúde (Alexandre Schneider/Getty Images)

Lula e Alckmin: ex-ministros do PT e aliados de vice eleito são cotados para Ministério da Saúde (Alexandre Schneider/Getty Images)

E
Estadão Conteúdo

7 de novembro de 2022, 06h15

Sanitaristas que já lideraram o Ministério da Saúde em governos do PT e médicos aliados do vice-presidente eleito Geraldo Alckmin (PSB) são alguns dos cotados para assumir a pasta a partir de 2023.

Quer receber os fatos mais relevantes do Brasil e do mundo direto no seu e-mail toda manhã? Clique aqui e cadastre-se na newsletter gratuita EXAME Desperta.

Do primeiro grupo, são cogitados o médico e senador Humberto Costa (PT-PE), que comandou a pasta entre 2003 e 2005, e o sanitarista e professor Arthur Chioro, ministro entre 2014 e 2015 - ambos membros do comitê que elaborou as propostas de Lula na área da saúde.

O médico e deputado federal Alexandre Padilha, titular do ministério entre 2011 e 2014, também é cotado, mas deverá comandar outro ministério no governo.

Ex-secretários da Saúde de São Paulo nas administrações Alckmin, o infectologista David Uip e o radiologista Giovanni Guido Cerri ambos professores da Universidade de São Paulo (USP), são nomes considerados, caso a indicação para a pasta seja feita pelo vice-presidente.

Correm por fora nos bastidores da campanha dois médicos que tiveram protagonismo durante a pandemia de covid-19 contra o negacionismo científico: o sanitarista Gonzalo Vecina, professor da Faculdade de Medicina da USP, ex-secretário da Saúde da capital paulista e ex-diretor-presidente da Anvisa, e a pneumologista Margareth Dalcolmo, pesquisadora da Fiocruz.

LEIA TAMBÉM: Nomes escolhidos para equipe de transição devem indicar perfil de ministérios de Lula