Eletropaulo não atende população a contento, diz Alckmin

O governador afirmou que vai encaminhar auditoria feita pela Arsesp sobre a Eletropaulo para a Aneel

São Paulo - O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, informou nesta quarta-feira, 14, que vai encaminhar a auditoria feita pela Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado (Arsesp) sobre a Eletropaulo para a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

"Realmente temos tido ventos muito fortes, queda de árvores, mas, de outro lado, está muito claro que a concessionária não tem atendido a população a contento", disse o governador sobre os serviços prestados pela Eletropaulo.

O governador chamou o governo federal à responsabilidade ao lembrar que as concessionárias de energia são reguladas por agências federais. "Quem dá concessão é a Aneel, não é o Estado. A Aneel pode até cassar a concessão", afirmou.

Alckmin disse ainda que o recurso que sobra ao governo estadual nesses casos é multar através da fundação de proteção ao consumidor Procon.

Ele citou uma multa de R$ 3,4 milhões aplicada hoje à Eletropaulo pela demora no restabelecimento do fornecimento de energia a um hospital em Osasco, na Grande São Paulo.

A capital e a região metropolitana têm sofrido com quedas constantes de energia, desde o início do ano, por causa das chuvas e ventos fortes. Há relatos em diversos bairros de que a energia demora dias a voltar.

Segurança Pública

Alckmin foi questionado também sobre a atuação da Polícia Militar na contenção de violência em manifestações populares e voltou a defender a atuação dos policiais.

Houve reclamações de manifestantes que acusaram policiais de truculência no trato da população. A PM, por sua vez, diz ter atuado para conter vândalos e os black blocs.

Segundo o governador, a polícia está bem treinada e equipada para defender a segurança de quem apenas se manifesta, mas não tolera atitudes criminosas.

"A polícia tem separado muito bem, uma coisa é manifestação e outra coisa são infiltrados, que deturpam a manifestação para fazer ação criminosa", disse Alckmin.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.