Estamos de cara nova! E continuamos com o conteúdo de qualidade.
Nova Exame

Dilma abre a Festa da Uva em Caxias do Sul

Ao participar da Festa Nacional da Uva, em Caxias do Sul, a presidente Dilma Rousseff anunciou a assinatura de decreto regulamentando a Lei do Vinho

Brasília - Ao participar da Festa Nacional da Uva, em Caxias do Sul, a presidente Dilma Rousseff anunciou a assinatura de decreto regulamentando a Lei do Vinho.

De acordo com a presidente, a medida “atualiza a legislação, adequando-se aos padrões do Mercosul”.

A regulamentação da lei será publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (21).

Além disso, a presidente lembrou que foi publicada hoje a atualização do preço mínimo da uva, para R$ 0,63 o quilo.

“Conforme o setor, o preço é 10% superior ao vigente até agora”. Ela disse que serão implementados mais cedo os instrumentos de política pública sobre os estoques de sucos e vinhos. “Vocês têm uma presidente parceira da produção agrícola e industrial da região”, disse.

A Festa da Uva foi criada para celebrar a produção de uva e a presença dos imigrantes italianos em Caxias do Sul, cidade que na década de 1930 era responsável por 30% da produção do Rio Grande do Sul.

Esta é a 30ª edição da festa, promovida a cada dois anos, e tem como tema Alegria da Diversidade.

“O título despertou meu interesse”, disse a presidente.

“De fato, o Brasil se orgulha de possuir diversidade étnica e cultural; nos engrandece e nos torna um povo alegre, que constitui uma nação rica em multiplicidade e diversidade, rica no respeito a hábitos, costumes e tradições”, afirmou.

Em cada edição do evento, é escolhida a Rainha da Festa da Uva, tradição iniciada em 1933, bem como as princesas e embaixatrizes. A festa deste ano, iniciada hoje, vai até 9 de março, com degustação de uvas, apresentações musicais, desfiles e competições esportivas.

Em sua segunda participação na festa como chefe de Estado, Dilma saudou a presença do técnico da Seleção Brasileira de Futebol, Luiz Felipe Scolari.

“Ele tem o nosso apoio, sobretudo o nosso coração e a nossa torcida”, disse a presidente, acrescentando que a Copa do Mundo será o momento de se afirmar dois posicionamentos: “a copa da paz, e uma copa que de fato comemora a alegria da diversidade”.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também