Chioro pede continuidade dos programas de saúde

Ex-ministro da Saúde defendeu o que chamou de financiamento sustentável do SUS

Brasília - O ex-ministro da Saúde, Arthur Chioro, pediu hoje (6) a continuidade das ações propostas pela pasta e defendeu o que chamou de financiamento sustentável do Sistema Único de Saúde (SUS).

Durante cerimônia de transmissão de cargo, ele avaliou que a sociedade brasileira precisa discutir qual saúde deseja para o país, além de admitir que os recursos financeiros na área são finitos. “O desafio está posto”, disse.

Chioro chegou a interromper sua fala para entregar ao novo ministro da Saúde, Marcelo Castro, uma cópia da proposta do Programa Mais Especialidades, ainda sem data para ser lançado.

Ao final do discurso, o ex-ministro disse ter assumido o cargo no intuito de servir à imensa parcela da população que depende do SUS e se referiu aos 20 meses que esteve à frente da pasta como intensos.

“Estou certo de que cumprimos nosso dever de maneira ética”, disse. “Ministro fiquei, sanitarista sou e assim seguirei”, concluiu.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.