Em julgamento, Cardozo defende Barbosa e pede respeito

O advogado da presidente afastada Dilma Rousseff fez o protesto há pouco durante o julgamento do processo de impeachment

Brasília - O advogado da presidente afastada Dilma Rousseff, José Eduardo Cardozo, fez um protesto há pouco durante o julgamento do processo de impeachment no Plenário do Senado e pediu que o ex-ministro Nelson Barbosa, que depõe neste sábado seja respeitado pelos parlamentares. "Testemunhas têm que ser tratadas com dignidade", disse.

Após a manifestação de Cardozo, o senador peemedebista Waldemir Moka (MS) pediu a palavra para rebater o advogado de Dilma. Segundo Moka, Cardozo não teve o mesmo tratamento de respeito com o procurador do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) Júlio Marcelo de Oliveira, que prestou depoimento e foi questionado pelos senadores na condição de informante - quando não pode gerar prova no processo.

"Gostaria que mesmo tratamento fosse dado ao Dr. Julio Marcelo. Eu não vi essa mesma defesa do eminente advogado de defesa da presidente Dilma", disse Moka.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também