Brasil

Brasil tem 10 das 50 cidades mais violentas do mundo; veja ranking

Feira de Santana, na Bahia, tem a pior taxa de homicídios por 100 mil habitantes do país (58.69) e ocupa a 19ª posição na lista mundial. 

André Martins
André Martins

Repórter de Brasil e Economia

Publicado em 2 de maio de 2024 às 07h37.

Tudo sobreViolência urbana
Saiba mais

O Brasil tem dez municipios no ranking das 50 cidades mais violentas do mundo, segundo o levantamento elaborado pela ONG mexicana Conselho Cidadão para a Segurança Pública e a Justiça Penal. Os dados se referem ao ano de 2023. 

Feira de Santana, na Bahia, voltou ao primeiro lugar em 2023 após figurar na quarta posição entre os municípios brasileiros em 2022. A cidade baiana tem a pior taxa de homicídios por 100 mil habitantes do país (58.69) e ocupa a 19ª posição na lista mundial. 

Das dez cidades brasileiras com mais mortes violentas, sete estão na região Nordeste e três estão no Norte. Na comparação com o levantamento de 2022, o Brasil melhorou os índices, uma vez que a cidade mais violenta ocupava a 11ª posição e agora está apenas na 19ª colocação.

Mossoró, que era a cidade mais violenta de 2022, deixou o ranking em 2023, assim como Natal e Vitória da Conquista. Caruaru, Macapá e Porto Velho, que não estavam no levantamento do ano anterior, entraram no ranking que indica as mais violentas. 

As cidades brasileiras mais violentas, de acordo com ranking mundial

  • 19ª - Feira de Santana
  • 27ª -  Manaus

  • 31ª - Salvador

  • 33ª - Recife

  • 34ª - Macapá

  • 37ª - Maceió

  • 39ª - Fortaleza

  • 41ª - Porto Velho
  • 46ª -  Teresina

  • 47ª - Caruaru

México, Brasil e Colômbia dominam ranking mundial

Entre os países com mais cidades no ranking estão o México com 16 cidades, Brasil com dez, Colômbia com oito e Estados Unidos com seis. África do Sul aparece com quatro cidades no levantamento.

Colima, no México, foi a cidade mais violenta do mundo pelo segundo ano consecutivo. A cidade, apesar do resultado, diminuiu o número de mortes violentas de um ano para outro, passando de 181,94 para 140,34 mortes por 100 mil habitantes.

A segunda cidade mais violenta do mundo é Ciudad Obregón, com 117,83 assassinatos por 100 mil habitantes. Em 2023, sete das 10 cidades mais violentas do mundo eram mexicanas.

Acompanhe tudo sobre:Violência urbana

Mais de Brasil

Lula, 'BolsoNunes' e 'paz e amor': convenção dá tom de como será a campanha de Boulos em SP

Sob gestão Lula, assassinatos contra indígenas no Brasil aumentam 15% em 2023, aponta relatório

PRTB marca data de convenção para anunciar candidatura de Marçal no mesmo dia do evento de Nunes

Moraes defende entraves para recursos a tribunais superiores e uso de IA para resolver conflitos

Mais na Exame