Brasil condena "covardes atentados terroristas" em Bruxelas

O Ministério de Relações Exteriores também reforçou a atuação do consulado brasileiro em Bruxelas para quem necessitar informação sobre familiares ou amigos

São Paulo - O governo brasileiro manifestou nesta terça-feira sua "consternação", e condenou "nos mais fortes termos os covardes atentados terroristas" nesta terça-feira em Bruxelas, que deixaram pelo menos 34 mortos e 200 feridos.

O Itamaraty expressou em comunicado sua "inexorável convicção de que todo ato terrorista merece o repúdio unânime da comunidade internacional, quaisquer que sejam suas motivações e sua origem", e transferiu sua solidariedade às famílias das vítimas e ao povo e ao governo belga.

O Ministério de Relações Exteriores também informou que reforçou a atuação do consulado brasileiro em Bruxelas para os que necessitarem de informação sobre familiares ou amigos.

Os atentados ocorreram no aeroporto de Zaventem, onde houve duas explosões, e na estação de metrô de Maalbeek, no bairro onde fica a maior parte das sedes das instituições europeias.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.