Como usar e qual o preço do autoteste de covid-19 vendido em farmácia

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já aprovou pelo menos seis autotestes para detectar a covid-19
 (Grace Cary/Getty Images)
(Grace Cary/Getty Images)
Por Gilson Garrett JrPublicado em 02/03/2022 18:58 | Última atualização em 02/03/2022 18:58Tempo de Leitura: 3 min de leitura

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já aprovou pelo menos seis autotestes para detectar a covid-19. Na expectativa da Abrafarma, que representa as maiores redes de farmácias do país, os testes estarão disponíveis para o consumidor no máximo até a segunda semana de março.

Apesar de ainda não ter a venda em lojas físicas, em sites de farmácias já é possível encontrar uma caixa, contendo um autoteste, por 69,90 reais. Com a entrada de mais produtos no mercado, redes estimam que os preços devem variar entre 39 reais e 69 reais. Haverá na prateleira opções com apenas um teste ou mais de um, como é comum fora do país.

O autoteste permite que a pessoa realize todas as etapas da testagem sozinha, desde a coleta da amostra até a interpretação do resultado, sem a necessidade de auxílio profissional. Ao redor do mundo, o método já é usado para rastreamento do coronavírus. No Brasil, ele não vale como atestado médico ou para viagens internacionais, por exemplo.

Como funciona o autoteste?

Dos testes autorizados, cinco são do tipo swab, que utiliza um cotonete para coleta no nariz, e outro é feito com amostra de saliva. Todos são do tipo antígeno, que mostra os anticorpos presentes no organismo.

No caso do teste com o swab, ele funciona da mesma maneira do que já é realizado na farmácia. A pessoa que deseja fazer o teste, deve coletar material do nariz, com o cotonete que vem junto com o kit. Depois, colocar o swab em um tubo plástico com uma solução líquida.

Gotas deste líquido devem ser despejadas em uma placa que vai dar o resultado após 15 minutos de espera. Uma linha vermelha é negativo, duas vermelhas o diagnóstico é positivo. Se não aparecer linha alguma, o resultado é inválido.

O parâmetro pode variar de teste para teste, de acordo com a marca. Por isso, é muito importante ler o manual de instruções antes de usar, e entrar em contato com o fabricante em caso de dúvidas. As marcas disponibilizam telefones para explicar a maneira de usar os produtos.

Independentemente do tipo do método, alguns cuidados são fundamentais. A realização do teste é recomendada para fazer entre 1º e o 7º dia do início de sintomas da covid-19,  como febre, tosse, dor de garganta, nariz escorrendo, dores de cabeça e no corpo.

Se tiver contato com uma pessoa com a covid-19, o procedimento deve ser feito após cinco dias.  A orientação também é para que a própria pessoa faça o autoteste, para não haver contaminação.