Alta do petróleo não deve atingir Brasil, diz Lobão

Ministro lembrou que a produção brasileira está atendendo quase a totalidade do consumo

Brasília – Pelo fato de ser quase autosuficiente na produção de petróleo, o Brasil possivelmente não será atingido pela alta mundial do produto, e o preço dos combustíveis no país deverá permanecer inalterado. O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse hoje (4) que o governo vai proteger o consumidor ao máximo possível.

“Não estamos trabalhando neste momento com a possibilidade de nenhum aumento no preço dos combustíveis. A nossa produção está atendendo quase a totalidade do consumo. Essa movimentação da bolsa [de valores] ocorre permanentemente, ora para mais ora para menos.”

Segundo ele, a participação da Arábia Saudita no mercado garante que o preço do petróleo não vai disparar como em 2008, quando passou de US$ 30 para US$ 140. “Não estamos tendo nenhuma preocupação neste momento com relação ao preço na bomba”, completou Lobão.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.